Falta do uso de máscara dará multa em Niterói

A partir da próxima quinta-feira (21), Niterói vai dar início a um plano gradual de retomada de algumas atividades. As ações foram anunciadas pelo prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), em sua live diária feita por vídeo ao vivo nas redes sociais da Prefeitura, na noite desta sexta-feira (15). Ele não detalhou como havia prometido, mas adiantou que praças, teatro e cinemas continuarão fechados durante a transição gradual para o novo normal, onde todos os cidadãos terão que mudar os seus hábitos e disse que quem for pego sem máscara em locais públicos, poderá ser multado. Em compensação, disse que vai abrir o calçadão e as areia das praias para a prática de exercício físico individual em horários pré determinados.

“Nós que somos acostumandos a abraçar e beijar, infelizmente vamos ter que nos acostumar ao novo normal até que se descubra uma vacina e isso é muito grave e nós vamos ter que conviver com meses sobre restrição de circulação evitando a aglomeração. As restrições mais severas vão até o dia 20 de maio, inclusive com a possibilidade de multa para aqueles que estiverem circulando em Niterói sem necessidade de serem atendidos nos serviços essenciais e a partir do dia 20 essa multa deixa de existir, mas vamos continuar com plano de restrição de circulação”, afirmou.

Segundo o prefeito Rodrigo Neves, as barreiras vão continuar e com a aferição de temperatura para identificar caso alguém com sintoma de Covid-19 esteja chegando na cidade. O chefe do Executivo afirmou que após a próxima quinta-feira (21), vai tornar obrigatório o uso de máscaras,com aplicação de multa administrativa para quem não utilizar quando estiver nos espaços públicos ou circulando pela cidade. Nesta segunda-feira inicia uma nova distribuição 1 milhão de máscaras para a população.

“A gente precisa incorporar nessa transição para uma nova normalidade que vai ser completamente diferente de tudo que a gente viveu até aqui antes da epidemia e tendo dimensão da gravidade do problema o uso de máscara vai ser obrigatório com multa para aqueles que não usarem na rua devido a gravidade da situação”, disse o prefeito.

Segundo ele, o protocolo de medição de temperatura nas vias de grande circulação será mantido nos próximos meses. “A nossa guarda municipal foi treinada dentro desse protocolo e esta ação será mantida por meses e meses na cidade e se o cidadão estiver com mais de 38 graus será enviado para casa e depois para uma abordagem clínica, seja uma clínica privada, caso tenha plano de saúde ou dentro dos nossos serviços que estão em funcionamento”, ressaltou.

Segundo o prefeito, a fiscalização para evitar as aglomerações vai continuar. “Nós já aplicamos multas em alguns estabelecimentos e vamos continuar, por exemplo fiscalizando supermercados sem o horário específico para pessoas mais de 60 anos serem atendidas que é das 13h às 15 horas e não aceitaremos as aglomeração em agências bancárias, lotéricas e estabelecimentos comerciais e principalmente, assim como a prática de esportes coletivos. Shoppings e comercios não serão aberto nas próximas semanas”, avisou.

RENDA BÁSICA EMERGENCIAL ATÉ DEZEMBRO

O prefeito Rodrigo Neves falou ainda que os benefícios sociais emergenciais criados em Niterói, para enfrentamento do coronavírus, serão prorrogados até dezembro desse ano. Além da doação de cestas básicas para a população mais necessitada, também foram prorrogados o Programa Busca Ativa, que fornece um auxílio para ambulantes, catadores de recicláveis, trabalhadores da economia solidária e artesãos; o Programa Renda Básica Temporária, com auxílio de R$ 500 para as famílias beneficiadas pelo Cadastro Único de Programas Sociais, do Governo Federal em Niterói.

“Quero dizer a você meu amigo minha amiga, sobretudo os mais pobres, que nós em Niterói não vamos deixar ninguém para trás. A gente sabe que você está sofrendo como todos nós estamos e por isso em Niterói nós vamos fazer um grande investimento de mais de 100 milhões de reais para não deixar ninguém passar fome na cidade no contexto desta gravíssima crise de saúde, social e econômica. Para isso, decidimos suspender algumas obras da cidade para exatamente investir naquilo que é mais importante no momento que é a saúde e salvar vidas”, ressaltou o prefeito.

BOLETIM — Segundo a Prefeitura, Niterói tem 1.186 casos de Covid-19 confirmados em moradores, dos quais: 603 isolamento domiciliar e sendo acompanhados pela Fundação Municipal de Saúde, 445 recuperados, 75 hospitalizados e 63 óbitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 16 =