Falta de ordenamento urbano em Neves incomoda motoristas

Raquel Morais –

Quem nunca passou pela Rua Dona Feira, mais conhecida como a rua do Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ) de Neves, em São Gonçalo, e se deparou com uma fila interminável de carros? O cenário é o mesmo todos os dias: os veículos ficam enfileirados ao longo dessa rua e da Rua José Augusto Pereira dos Santos, se estendendo até mesmo para a Oliveira Botelho. O tempo de espera é muito grande e a movimentação intensa, inclusive de vendedores ambulantes.

A falta de ordenamento urbano nesse trecho atrapalha o trânsito no perímetro. “Eu trabalho no Colégio Municipal Ernani Faria, que fica na esquina da Rua José Augusto Pereira dos Santos com a Oliveira Botelho. Todos os dias para chegar na escola tenho problemas. Ou o trânsito está muito congestionado ou os carros aguardando a vistoria estão na rua principal e o buzinaço atrapalha a concentração na aula. Sempre temos problemas por causa desse posto”, comentou uma professora que não quis se identificar.

O jovem Filipe Viana, de 26 anos, trabalha embarcado e tirou todo o dia ontem para resolver a vistoria do seu carro. “Sei que é um dia perdido. Demora muito o atendimento e a fila é enorme. Em dias de sol quente e verão, isso chega a ser insuportável”, comentou.

O dono do Opala 1975, Ary Douglas Assumpção, de 54 anos, reclamou da hora marcada para o atendimento. “Não entendo o motivo de marcarem hora para a vistoria, pois o horário não é nunca respeitado. Fiquei mais de três horas na fila e isso é um absurdo. Na verdade esse carro é do meu pai, que já não tem condições físicas de ficar esperando esse tempo todo para a verificação do automóvel”, apontou o mototaxista.

O Detran informou que o posto de vistoria Neves está entre os que oferecem atendimento noturno, das 7h às 22h. Por dia, são abertas, em média, 930 vagas em São Gonçalo. O órgão reforçou que ao marcar a vistoria, os motoristas escolhem um horário de atendimento, que deve ser respeitado para não criar filas na entrada dos postos e não prejudicar o atendimento daqueles que chegaram no horário marcado. Sobre o trânsito no local, essa questão deve ser levada à prefeitura, a quem cabe o ordenamento do espaço urbano. A Secretaria de Transportes de São Gonçalo informou que irá enviar uma equipe ao local para verificar a denúncia e avaliar se os carros estão atrapalhando o trânsito.

CALENDÁRIO DE VISTORIAS
O departamento ressaltou que os prazos do calendário de vistoria anual já vão se esgotando mês a mês. Os veículos com placas de final 0 e 1 tiveram como prazo o dia 30 de junho; e os de final 2 e 3, o próximo dia 31. As placas de final 4 e 5 terão até o dia 31 de agosto; finais 6 e 7 até 30 de setembro e 8 e 9 até dia 31 de outubro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =