Falta de imunizante gera confusão em posto de vacinação

O fim das doses de Coronavac nos postos de Saúde de São Gonçalo gerou confusão no Polo Sanitário Hélio Cruz, no Alcântara, no início da tarde de hoje (3). Quem estava na fila se revoltou com a situação e foi registrado um tumulto, no qual pessoas atiraram pedras contra a unidade de Saúde. Agentes da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) foram acionados para controlar os ânimos.

De acordo com a prefeitura de São Gonçalo, houve um aumento na procura no Hélio Cruz se deu por conta da vacina ter acabo nos outros locais e as equipes orientavam a procurar o posto, porque era um local central e deveria ter mais doses do imunizante.

A secretaria municipal de Saúde de São Gonçalo informou que mais de 3 mil doses foram destinadas a seis unidades de atendimento, exclusivamente para aplicação da segunda dose da CoronaVac, o que atende à demanda normal diária. Contudo, a procura nesta segunda-feira foi maior do que nas últimas semanas, o que fez o imunizante se esgotar não apenas em São Gonçalo, mas em várias cidades do Rio.

Ainda de acordo com a secretaria de Saúde, a vacinação será retomada assim que o município receber novas doses da CoronaVac, porém não soube informar quando isso deve ocorrer.

A vacinação com o imunizante Astrazeneca segue normalmente nos doze pontos de vacinação, tanto para a primeira dose quanto para a segunda, neste caso, para quem já tem 12 semanas de vacinado com a primeira. A retomada da aplicação da segunda dose foi possível com a chegada de 3.260 doses da Coronavac, além de outras 34.690 da Astrazeneca. A Secretaria de Saúde alerta para que os munícipes cheguem aos locais de vacinação meia hora antes do término da vacinação, para melhor gerenciamento das doses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − um =