Falha deixa praça sem piso tátil em Maricá

Depois de quase seis meses de obras, a pracinha no bairro do Flamengo (em frente ao centro gastronômico do local e bem próximo da escola municipal Clério Boechat) está quase pronta e prestes a ser inaugurada, mas a reportagem da A TRIBUNA verificou um grave erro do projeto e no planejamento da obra.

Uma das últimas fases foi a construção das novas calçadas, com acessibilidade para cadeirantes (embora em poucos locais), mas sem nenhum piso tátil.

O que mais causou espécie ao jornalista Pery Salgado que acompanhou a obra desde início, é que em vários locais de Maricá (inclusive alguns onde não pouca presença de pedestres, como na Barra de Maricá, depois da rua 23 em Guaratiba), os pisos táteis estão sendo colocados.

No bairro do Flamengo, as calçadas que saem do terminal rodoviário no centro, rumo ao bairro, pela avenida Roberto Silveira, já estão recebendo esses pisos táteis, e na pracinha (que ficou linda, num excelente trabalho da secretaria de obras), as novas calçadas estão sem os pisos apropriados para deficientes visuais.

Em contato com o o Sr. Bruno, da secretaria de obras, este confirmou a falha no projeto e disse que este será revisado. O jornalista, disse que com uma máquina de corte (tipo Makita), a calçada poderá ser cortada e receber as placas de piso tátil, sem que as mesmas precisem ser refeitas, onerando os cofres públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 10 =