Facção já ordenou “quarentena” em várias comunidades, no Rio, Niterói, São Gonçalo e Itaboraí

Num intervalo de poucos dias, moradores de várias localidades, situadas no Rio, Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, tiveram acesso ou foram informadas que lideranças do tráfico determinaram uma espécie de “cartilha”, onde ordenam quarentena, diante da ameça a de propagação da Covid-19, e ameaçam “punir” quem descumprir as ordens e andar nas ruas sem máscaras ou formarem aglomerações nas ruas, sobretudo a noite.

Em alguns casos, os criminosos determinaram “toque de recolher” durante a noite. As mensagens direcionadas aos moradores foram postadas em redes sociais, e logo espalhadas para comunidades, onde o tráfico é ligado a facção criminosa Comando Vermelho (CV). Comunidades situadas nos bairros de Neves, Itaúna, Anaia (Santa Isabel), em São Gonçalo, e Marambaia (Itaboraí), tomaram conhecimento das ordens do tráfico, postadas com um mesmo texto e determinações.

Na semana passada, o mesmo já havia ocorrido nas comunidades que integram o Complexo do Caramujo, como Bonfim, Caixa D’água, Morro do Céu, na Zona Norte de Niterói. Na Zona Norte do Rio, a polícia já estava investigando ação de traficantes, que até estariam usando carros de som para avisar a população, nos bairros de Acari, Coelho Neto, Fazenda Botafogo, e também em localidades da Zona Oeste. As ordens principais são para usar máscara, evitar aglomeração em praças e estabelecimentos comerciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + quinze =