Exposição mostra arte em grafite

Até dia 27 de julho, a exposição “Rateio, da vacilação à galeria, de Draga”, estará em
cartaz na Galeria Quirino Campofiorito, no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno.

A exposição foi idealizada por Rafael Fernandes Moraes, conhecido no mundo artístico como
Draga. Ela surgiu a partir da ideia de “rateio”, original do mundo do graffiti, que se refere ao
ato mal visto de cobrir uma pichação ou grafite já existente feito por outra pessoa com sua
própria “tag”.

A proposta do artista é quebrar esse paradigma. Por isso, Draga montou a
exposição a partir de telas que ele mesmo desenvolveu e que depois foram “ratadas” por
outros artistas de Niterói e São Gonçalo. Além dessas obras, Draga também traz telas, roupas e
objetos que ele mesmo “ratou”, trazendo-as para o universo da street art.

Draga, nascido em Niterói, é artista plástico e grafiteiro desde 2012. Em 2009, se formou em
design de moda em 2009 pela faculdade Universo e já trabalhou como assistente de figurino,
produtor de eventos e vitrinista. Além da exposição “Rateia”, Draga produziu, em 2012,
“Cidadão Carioca”, onde fez uma releitura dos moradores do Rio de Janeiro. Por viverem em
um ambiente cercado pelo medo da polícia, do bandido e da milícia, o artista os representou
como cactos, por estarem sempre de “mão para o alto”. Além disso, as pinturas foram feitas
no estilo cartoon, representando de forma infantil o cotidiano.

A mostra pode ser visitada de segunda a sexta, das 10h às 17h; e sábados, domingos e feriados
das 10h às 15h. A entrada é gratuita e a Sala Hilda Campofiorito fica no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno em Icaraí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *