Exposição A Opulência da Arte Popular brasileira

A Galeria Evandro Carneiro Arte, na Gávea, realiza a exposição A opulência da Arte Popular brasileira, até 8 de maio. A curadoria é de Evandro Carneiro. Ao todo serão exibidas em torno de 130 obras, dentre pinturas e esculturas. Destaque para as obras de JMS, PPL, Miriam, Grauben, Agostinho Batista de Freitas, Cardosinho e Mestre Vitalino. Visitação virtual: http://www.evandrocarneiroarte.com.br/

Durante o período das novas medidas restritivas na cidade sancionadas pela Prefeitura do Rio, a mostra será exibida ao público de forma on-line a partir de uma exposição virtual no website www.evandrocarneiroarte.com.br e nas redes sociais da galeria. A exposição será aberta ao público durante o horário de visitação da galeria, de segunda a sábado, das 10h às 19h, a partir do dia 5 de abril ou enquanto perdurarem os decretos vigentes no município.

O Shopping Gávea Trade Center, quando aberto, está funcionando com obrigatoriedade do uso de máscaras e fornece álcool em gel e medição de temperatura para quem entra. Não há necessidade de agendar a visita, pois o espaço é grande e sem aglomerações. Chamamos de Arte popular aquela categoria de artistas que emanam do “campo popular”, a partir de um certo grau de “partilhamento da experiência diária” que lhes é própria, conforme a antropóloga e crítica de arte Lélia Coelho Frota (2005, p.19). A “cultura do povo” é historicamente menos reconhecida do que a “erudita” ou formal, atestada pelas escolas ou movimentos artísticos mundiais.

Considerados espontâneos por uns, naifs ou primitivos por outros, preferimos denominar de Arte Popular àquela oriunda da expressão cotidiana e da sabedoria de um determinado povo, inserido em um espaço e um tempo específico, no caso aqui, o povo brasileiro. Ainda que em cada região existam peculiaridades diversas, agrupamos em âmbito nacional estes artistas, por possuírem a característica comum de expressar o seu dia a dia, os seus saberes e fazeres, o seu imaginário repleto de signos, crenças e sonhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − um =