Ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes, é alvo de operação do Ministério Público

Agentes do Ministério Público do Rio (MPRJ) deflagraram, na manhã de hoje, uma operação, onde o principal alvo é o ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM). Um mandado de busca e apreensão foi cumprido na residência dele, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. Vários documentos foram apreendidos, por volta das 07h30m.

A ordem judicial foi expedida pelo juiz Flávio Itabaiana de Oliveira Nicolau, da 204ª Zona Eleitoral. Outras quatro pessoas foram denunciadas: Pedro Paulo, Benedicto Barbosa da Silva Junior, executivo da Construtora Odebrecht, Renato Barbosa Rodrigues Pereira, ligado ao marketing da campanha de Paes, Eduardo Bandeira Villela. Assessoria do ex-prefeito ainda não emitiu nota oficial sobre o fato.

Itabaiana também aceitou uma denúncia do MPRJ e tornou Paes e outros quatro investigados como réus por crimes de corrupção, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. De acordo com infortmações, o deputado federal Pedro Paulo (DEM) também seria réu. Pouco antes do meio-dia, fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) chegaram ao endereço para entregar uma intimação a Paes.

Mesmo com a aceitação da denúncia, a Justiça Eleitoral não está impedindo que Paes concorra à Prefeitura do Rio nas eleições deste ano, e sua candidatura foi oficializada na semana passada. Para se tornar inelegível, uma pessoa tem que ser condenada em segunda instância.

No mês de março, em outro processo, Paes se tornou réu na Justiça Federal, por corrupção passiva, fraude em licitação e falsidade ideológica. A acusação é baseada no suposto direcionamento na licitação para a construção do Complexo de Deodoro para as Olimpíadas de 2016. De acordo com a denúncia, quase R$ 120 milhões foram desviados de uma das principais obras para as Olimpíadas. Para o Ministério Público Federal, ocorreu uma intenção deliberada de restringir ao máximo a participação de diferentes empresas na concorrência. Paes alegou na ocasião que a denúncia era “absurda”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − cinco =