Estrada da Florália continua com as marcas do acidente que vitimou três jovens

As marcas do trágico acidente que vitimou o casal Karine Alves, de 20 anos e seu namorado e condutor do carro, Pedro Hugo da Silva Costa Fonseca, da mesma idade, além de um adolescente de 15 anos, no último dia 9, continuam expostas. O poste onde o veículo bateu e pegou fogo está completamente queimado e o local, além de guardar as marcas do trágico acidente, ainda é lembrado com tristeza por trabalhadores e moradores da Estrada da Florália, Zona Norte de Niterói

Um homem que preferiu não se identificar contou que passou na manhã seguinte ao acidente e o carro ainda estava no local e os corpos estavam sendo retirados. “Os populares ficaram com medo do carro explodir e fiquei sabendo que eles pediram ajuda mas não conseguiram se soltar das ferragens. Em 2006 teve um outro acidente com vítima fatal no mesmo poste. Até tinha uma cruz no local mas não está mais lá”, lembrou.

A 76ª DP (Jurujuba), que investiga o caso, ainda não se posicionou sobre como estão as investigações.

RELEMBRE O CASO

Os jovens morreram carbonizados no acidente durante a madrugada do dia 9 de agosto cerca de 400 metros antes de chegarem em casa. Os três saíram de uma festa entre amigos e o destino nunca foi completado. Pedro teria usado o carro do pai para o trajeto, que foi feito após consumo de bebida alcoólica. Ele teria perdido o controle do veículo e colidiu no poste. O veículo pegou fogo e os três não conseguiram sair das ferragens. O casal deixou uma filha de 2 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =