Estado pode desistir da construção de hospitais de campanha

Sem entrar em maiores detalhes ou especificar unidades, o secretário estadual de Saúde, Fernando Ferry afirmou que o cronograma de obras de algumas unidades de hospitais de campanha estão com grande atraso e que os números positivos relacionados aos casos de coronavírus serão determinantes para levar o governo a desistir inaugurar novos hospitais do tipo.

A entrega de obras, entre elas a do Hospital de Campanha de São Gonçalo, foi mais uma vez adiada na quinta-feira (21), passando para a semana que vem (dia 27), nova data prevista, acumulando cerca de três semanas de atraso. Ferry afirmou que dados positivos sobre a pandemia podem tornar algumas unidades não serem mais prioridade. Ele disse que está percebendo que de forma gradativa o número de casos “está diminuindo” e se assim persistir, haverá a desistência de construção e os recursos devolvidos aos cofres públicos.

As novas datas de entrega das unidades de campanha agora vão até o dia 18 de junho: São Gonçalo – 27 de maio; Nova Iguaçu – 29 de maio; Duque de Caxias – 1º de junho; Nova Friburgo – 7 de junho; Campos dos Goytacazes – 12 de junho; e Casimiro de Abreu – 18 de junho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + dois =