Estado do Rio teve mais de 1,7 mil pessoas detidas por tráfico em sete meses

O Ministério da Justiça divulgou nesta terça-feira (06) o balanço da Operação Égide, um conjunto de ações desenvolvidas pela Polícia Rodoviária Federal para reforçar o combate ao tráfico de armas, drogas e produtos contrabandeados. A operação foi realizada no período de 10 de julho do ano passado a 25 de fevereiro em sete estados do país. No estado do Rio, 1.738 pessoas foram presas por tráfico de drogas e armas, roubo de veículos e contrabando.

Ainda no estado, foram apreendidas 4,5 toneladas de maconha, 474 quilos de cocaína e crack, 320 armas de fogo, 58.864 munições e 32.566 pacotes de cigarros contrabandeados. Foram recuperados 935 veículos roubados. Ao todo, nos sete estados, 12.325 pessoas foram detidas. Foram apreendidos 182 toneladas de maconha, 4,37 toneladas de cocaína e crack, 868 armas de fogo, 147.383 munições e 5.214.762 cigarros contrabandeados.

As ações aconteceram em três etapas simultâneas: nas rodovias federais que cruzam estados de fronteira (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul); nos grandes corredores rodoviários (Goiás, São Paulo e Minas Gerais); e no Rio de Janeiro. A iniciativa integra as ações do Plano Nacional de Segurança Pública.

Na mitologia grega, égide era um escudo utilizado por Zeus, supremo mandatário dos deuses do Olimpo, nas lutas contra os titãs. Por isso, o Ministério da Justiça e Segurança Pública denominou assim a operação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =