Esposa de diretor do Heat comparece na DH

Karoline Martins

Acompanhada de uma das filhas e uma vizinha, a esposa do então diretor executivo do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat) José Dídimo do Espírito Santo Costa, compareceu na manhã de hoje (5) na delegacia de Homicídios de Niterói (DHNSG) para prestar depoimento dando continuidade as investigações a respeito do crime ocorrido ontem (4) em que o também policial federal aposentado foi morto a tiros durante à noite na RJ-104, altura no Caramujo, em uma aparente tentativa de assalto. O depoimento no entanto será prestado posteriormente pois a família tinha necessidade de comparecer ao sepultamento da vítima.

A radiologista de 47 anos, contou que estava de plantão no Hospital Estadual Prefeito João Batista Cafaro, em Manilha, Itaboraí, quando soube do fato.

“Ele tinha acabado de me deixar no trabalho no Cafaro, em Itaboraí por volta das 15 min para as 19h. Eu ainda falei para ele não ir para Niterói. Ele tem um apartamento em Niterói. Eu tinha até feito um pudim para ele antes de sair. No último dia 16 ele fez 59 anos. Nosso casamento tem 17 anos. Eu estou mal. Não estou bem, muito difícil…”, contou a radiologista.

A esposa de José falou da vida junto do marido e a saudade deixada pela vítima.

“Nós fomos casados por 17 anos. Ele criou a minha filha mais nova desde pequena. Eu tenho uma outra filha de 29 que ele acabou de criar e ele possui uma filha mais velha de um casamento anterior dele, se me lembro certo, ela tem 28 anos”, contou.

O sepultamento do diretor está previsto para acontecer hoje (5) à tarde na Arquiconfraria Nossa Senhora da Conceição, no Barreto, Niterói, de acordo com a esposa de José. A cerimônia será restrita a familiares e amigos. O corpo da vítima foi levado anteriormente para o Instituto Médico Legal (IML) do Barreto.

“Agora que ele já estava aposentado do trabalho policial. Muito triste… Eu ainda não estou acreditando. Esperamos por justiça”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + dezessete =