Entorno da Lagoa de Itaipu pode ser transformado em parque ambiental

A área ao redor da Lagoa de Itaipu, na Região Oceânica, que é alvo de discussões entre a Prefeitura de Niterói e movimentos ambientalistas que estão temerosos de investidas do mercado imobiliário no trecho, poderá ser transformada em parque lagunar. A proposta foi apresentada ontem pelo secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier, aos vereadores durante reunião fechada no gabinete da Presidência da Câmara. Esta faz parte de emenda que foi incluída na proposta do novo Plano Diretor, que tramita na Casa.

“A intenção do governo é reforçar a proteção, elevando-a a um patamar maior. O tamanho do trecho abrangido é de 302 hectares. Queremos discutir com os movimentos sociais ligados ao tema e colocar a proposta do novo plano logo em votação”, contou o vereador Leandro Portugal (PV).
Uma reunião com os movimentos sociais foi marcada para a próxima segunda-feira, às 15h, no plenário do Legislativo. “Uma vez a área transformada em parque, não será possível construir nada nela. Em seguida, o governo vai elaborar um plano de manejo para conservar o mangue e recuperar as áreas degradadas”, acrescentou o vereador Leonardo Giordano (PC do B). Durante a gestão do ex-prefeito Godofredo Pinto (2002-2008), ele foi subsecretário de Meio Ambiente.

A reunião com Barandier foi promovida pelas comissões de Urbanismo, Obras, Serviços Públicos, Transporte e Trânsito e a de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade. A Mesa Diretora da Casa tem a pretensão de votar o novo Plano Diretor até dezembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − cinco =