Engenho do mato ganha obras de drenagem e pavimentação em várias ruas

O Engenho do Mato passará por obras de drenagem e pavimentação das ruas e moradores da localidade comemoram a proximidade da solução desse problema, considerado crônico na região. Quando chove, como acontece desde o início desse semana, as ruas que não são asfaltadas ficam completamente cheias de lamas e os buracos atrapalham a passagem dos veículos. O anúncio foi publicado no Diário Oficial dessa quinta-feira (7), as obras terão duração de 30 meses e custarão o valor máximo estimado de R$ 216.848.130,73.

Ruas como São Sebastião, Cacilda Ouro, Augusto Gomes da Silva Sobrinho, Professor Antônio de Souza Queiroz e Cezalpino José Vargas estão dentro do cronograma, que envolve 117 ruas beneficiadas e cerca de 17 mil moradores da região. “Isso não significa que outras ruas não serão agraciadas. Nas ruas principais serão feitas obras que vão manter as características do bairro, que é rural. O meio ambiente também será beneficiado já que as galerias das ruas também serão revistas e isso vai melhorar o sistema pluvial. Esperamos há décadas essas mudanças e estamos muito felizes”, comentou Simone Siqueira, presidente da Associação de Moradores do Engenho do Mato, que também é coordenadora geral do Parque Rural de Niterói.

De acordo com a publicação do edital as obras incluem, em sua maioria, a execução de: pavimento em lajotas de concreto e em concreto, de galeria ou canal (com seção superior a 8m²), de ensecadeira de estacas pranchas (com profundidade superior a 4m) e concreto bombeado. O projeto inicial de mudança no bairro foi construído com ajuda dos moradores e leva em conta as peculiaridades do local, que tem vocação rural. Por exemplo, a maioria das ruas vai receber piso intertravado (com separação de blocos), o que deixará a via com impermeabilidade do pavimento.

As intervenções serão iniciadas em até um mês a contar da assinatura do contrato. A dona de casa Daniele Moreira, 40 anos, mora há 18 anos na Rua Cezalpino José Vargas e está contente com a proximidade do início da obra. “Essa é uma reclamação antiga e está cada vez mais próxima de virar realidade. Os nossos problemas não são apenas em dias de chuva, com grandes buracos e lamas. Em dias de sol convivemos com uma poeira quase tóxica. Não podemos ficar com as janelas e portas abertas e quem tem problema respiratório sofre ainda mais. Não vejo a hora de curtir esse momento de rua asfaltada”, comemorou.

O Vice-Prefeito Municipal de Niterói, Paulo Bagueira, comemorou a publicação. “Esse é mais um compromisso que assumimos com a população local e que estamos cumprindo. Junto com o Parque Rural, estamos mudando a realidade local, respeitando as características daquele que é um bairro com uma forte característica agrícola e rural”, frisou.

As empresas interessadas em participar da licitação poderão concorrer no dia 09 de novembro às 11h, na sede da Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + dezenove =