Engarrafamento à vista, com problema no trânsito à longo prazo

Um novo empreendimento, a ser inaugurado em Niterói, no próximo dia 30, tem potencial de ser mais do que uma nova opção para os consumidores, e meio de geração de empregos e renda. Localizado em um dos piores – senão o pior – gargalo de mobilidade de Niterói, a confluência entre a Praça da Renascença com a Avenida Jansen de Melo, o Dom Atacadista venderá muitos produtos, mas dará de brinde, ao niteroiense, um trânsito ainda mais caótico no local.

E nem precisou chegar o tão esperado dia da inauguração para que engarrafamentos se formassem nas ruas do entorno do novo estabelecimento comercial. Como também não era necessário consultar bola de cristal, jogo de búzios ou cartomante para prever que esta seria a realidade desassociada das ilusórias promessas desenvolvimentistas da economia local. Bastou o coquetel de inauguração, realizado ontem (28) de tarde, para que ruas como Saldanha Marinho, Visconde de Sepetiba e Visconde de Itaboraí ficassem engarrafadas, refletindo no trânsito de outras vias no Centro da cidade. Isto para não citar a Avenida Jansen de Melo. Esta, como sempre, engarrafada.

Após a construção do mergulhão Vereador José Vicente Filho, a Rua Saldanha Marinho passou a ser a principal via de saída do Centro de Niterói para a Zona Norte, visto que a Avenida Feliciano Sodré é de tráfego exclusivo de veículos de transporte coletivo. E a Rua Marechal Deodoro já tem o seu gargalo, o supermercado Guanabara.

O Dom Atacadista está no perímetro onde são previstas obras do ‘Plano Estratégico Niterói Que Queremos 2013-2023’. De acordo com o Plano, há a previsão de alargamento da avenida para amenizar os transtornos já existentes no trânsito, que acumula veículos vindos da Ponte Rio-Niterói, Avenida do Contorno e do bairro Fonseca.

Recentemente, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade de Niterói realizou intervenções na Praça Renascença. Uma revitalização foi feita no local que recebeu nova iluminação, e a reforma da praça.

A proximidade da inauguração do empreendimento está gerando expectativa seja para quem trafega ou mora nos arredores da Avenida Jansen de Melo, no Centro de Niterói. A preocupação de quem se desloca pela cidade todos os dias é como ficará o trânsito após a inauguração, visto que haverá fluxo de caminhões para abastecimento da unidade e a rotatividade de veículos no estacionamento da loja, que tem capacidade para 300 veículos.

Fotos: Marcelo Feitosa

Para a recepcionista Ana Cristina Meneses, de 29 anos, a obra é ótima porque vai gerar emprego, mas ela se preocupa com o trânsito na região. “Aqui o trânsito sempre foi muito complicado porque acumula carros vindos de muitos lugares. Mesmo com várias obras para melhorar, sempre foi ruim. Esse Dom Atacadista eu não sei ainda por onde vai ser a Carga e Descarga, onde vai ser a entrada do estacionamento, mas o fluxo de veículos vai aumentar, com certeza. Isso vai complicar pra gente que depende de ônibus aqui na região”, disse.

O dentista João Paulo Melo, de 33 anos, disse que, depois de se estressar por anos no trânsito do Centro de Niterói, ele passou a preferir trabalhar de ônibus. Mas agora está com receio de como ficará o trânsito com a inauguração do Dom Atacadista. “Eu não tenho muita paciência com esse ‘anda, para’ todos os dias. Então prefiro ir de ônibus. Posso até cochilar até chegar no meu consultório”, brinca João Paulo que utiliza o ônibus 61 (Venda da Cruz X Icaraí) todos os dias. “É claro que o fluxo de carros vai aumentos no local, mas ainda não posso afirmar como vai ser. Vamos esperar para ver como vai ficar a cidade”.

Sobre como ficará o trânsito na região, se será feito alguma obra de alargamento ou alguma intervenção viária no local, a Prefeitura informou foi realizado um estudo de impacto viário para a construção do supermercado. Segundo a administração municipal, o trabalho mostrou quais foram as intervenções necessárias na região, incluindo a mudança de um ponto de ônibus.

“Uma exigência foi o mercado recuar sete metros na parte do terreno que dá para a Avenida Jansen de Melo. Esse recuo vai permitir o alargamento da via naquele trecho, onde a Prefeitura vai fazer mais uma faixa de rolamento e uma baia para parada de ônibus. Assim, o ponto de ônibus, que hoje existe na Praça da Renascença, será transferido para a primeira quadra da Jansen de Melo, o que vai ter um impacto positivo no trânsito da região”, explicou a prefeitura.

Em julho deste ano a empresa postou em um site de recrutamento as vagas ofertadas para atuação na loja de Niterói, como caixa, líder de setor, repositor, empacotador, auxiliar de informática, conferente, operador de empilhadeira, estoquista, auxiliar de frente de caixa, auxiliar de depósito, auxiliar de cadastro, gerente de loja, supervisor administrativo, passador, repositor de frios, auxiliar de recebimento, vendedor e auxiliar de recursos humanos. O valor dos salários não foi informado pelo site, nem a quantidade de vaga disponível para cada função.

DOM ATACADISTA

A Tribuna entrou em contato com a assessoria do Dom Atacadista, questionando como seriam realizadas as operações de abastecimento da unidade em Niterói; qual seria a via de acesso para a chegada de caminhões; por qual via os veículos vão entrar e sair da unidade; quantos empregos serão gerados; quantas pessoas se candidataram e o quantitativo de pessoas contratadas de Niterói e São Gonçalo.

A resposta foi a seguinte: A rede de atacadão tem sede na Taquara, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, e atua na área de comercialização de produtos alimentícios, além de produtos de higiene e limpeza, vestuário, ferragens, utensílios domésticos e eletroeletrônicos e eletrodomésticos. A loja de Niterói é a sexta da rede e tem 5.500 m² de área de venda, 24 checkouts, 300 vagas de estacionamento e está oferecendo mais de 300 empregos diretos, “contribuindo para o desenvolvimento do bairro e das famílias da região”.

André Freitas e Camilla Galeano

Fotos: Marcelo Feitosa

One thought on “Engarrafamento à vista, com problema no trânsito à longo prazo

  • 30 de setembro de 2021 em 09:11
    Permalink

    O ” Gênio do Sr. Secretário Municipal de Transportes” aumentou absurdamente o tempo dos sinais de trânsito de Niterói. Com isso o pedestre leva 5 minutos em cada sinal esperando o mínimo tempo para atravessar a rua. E com isso um fluxo intenso e compacto e solto durante 5 minutos causando um excesso de veículos e imensos engarrafamentos.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 18 =