Encontro virtual define regras para reabertura de towners de cachorro-quente

Alan Bittencourt

Foram definidos nesta quarta-feira (26), em reunião virtual, os protocolos de segurança e o horário de funcionamento para que as towners de cachorro-quente voltem a funcionar a partir de sexta, dia 28, em Niterói. Participaram do encontro as 25 famílias cadastradas, a subsecretária de Saúde, Camila Franco; o secretário de Ordem Pública, Paulo Henrique Moraes; e o vereador Luiz Carlos Gallo (Cidadania), que atuou junto à prefeitura para que mais um setor da economia da cidade pudesse retornar às atividades.

As medidas de segurança foram colocadas e muito bem recebidas pelos autônomos. As towners poderão funcionar das 16h à meia-noite. Os vendedores terão que colocar uma corrente separando-os dos clientes, que deverão respeitar a distância de 1,5m.

“Deverão ser colocadas marcas no chão indicando a distância correta que os consumidores deverão respeitar. Só poderão ser oferecidos guardanapos individuais envelopados. Mesas e cadeiras estão proibidos, para evitar aglomeração. É pegar o lanche e ir embora”, disse Gallo.

De acordo com o vereador, os trabalhadores sempre respeitaram as normas de higiene.

“Eles entenderam que esse reforço nos protocolos de higiene e segurança por conta da pandemia é primordial para o retorno deles. É um setor que sofreu muito com a paralisação, mas entenderam que era um momento difícil de flexibilização. Mas agora chegou a vez deles”, afirmou.

O retorno das 25 famílias cadastradas voltando ao mercado de trabalho significa mais um setor da economia se reerguendo em Niterói.

“Essa reabertura significa que voltam ao mercado 100, 150 pessoas que poderão começar a sair da crise. Fico feliz de ter representado esses trabalhadores”, declarou Gallo, que lembrou também dos consumidores desse tipo de refeição.

“Com a reabertura das towners, daremos opção de comer para aquelas pessoas que não têm condições de ir a restaurantes. Por isso essa reabertura deve ser comemorada em todos os sentidos”, disse.

O vereador frisou que a flexibilização da economia só foi possível graças ao trabalho feito pela prefeitura no combate à pandemia da Covid-19.

“O prefeito Rodrigo Neves tem a responsabilidade de administrar uma cidade que possui mais de 500 mil habitantes. Tudo que começa bem, termina bem. Foi o que aconteceu em Niterói. Hoje estamos em outro patamar em relação aos municípios vizinhos”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 10 =