Encontro traça novas estratégias de Segurança em Niterói

Em reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, apresentou as seis medidas relacionadas à segurança pública de apoio às forças policiais e foram alinhadas novas operações e ações policiais de combate à criminalidade. O comandante do 12º BPM (Niterói), Marcio Rocha, revelou que número de policiais que aderiram ao Proeis em Niterói cresceu de 12 para 45 nas duas últimas semanas.

“Nós fizemos uma avaliação das ações das polícias e das medidas de apoio que a prefeitura adotou. Além disso, alinhamos novas ações e operações das polícias de combate à criminalidade e recebemos a informação de que o número de policiais do Proeis subiu”, disse Rodrigo Neves.
Rocha disse ainda que os encontros fortalecem as relações entre as diversas esferas de governo e permitem melhor estratégia de combate à violência.

“Esse alinhamento dos órgãos como prefeitura e polícias, desde as competências mais primárias até as mais críticas, é muito importante. Dá segurança para que todos busquem soluções conjuntas para a crise que atravessamos. Niterói está num caminho bom e podemos alcançar resultados melhores”.

Renato Chenicharo, diretor do 4º Departamento de Polícia Civil de Niterói, representou o chefe de Polícia Civil, Carlos Leba, e elogiou o pioneirismo de Niterói.

“A cidade é pioneira no apoio à segurança pública. Essa reunião agrega todos num mesmo espaço para a troca de ideias e formulação de estratégias para o futuro”.

O delegado Wanderson Pinheiro, chefe da Delegacia da Polícia Federal de Niterói, ressaltou que a instituição também se vê fortalecida e participa de forma ativa no processo: “Essa reunião coloca frente a frente todas as forças de segurança que atuam no município. E isso é de suma importância para o nosso trabalho”.

O secretário de Ordem Pública, coronel Gilson Chagas, também presente à reunião, citou ainda a ampliação da ação da Guarda Municipal em Icaraí e no Jardim Icaraí. Atualmente, 30 guardas, divididos em 15 duplas, atuam na região para reprimir delitos como furtos, sobretudo os praticados por assaltantes que também usam bicicletas.

“Já tínhamos este tipo de patrulhamento com bicicletas, e inclusive, temos uma coordenadoria nessa região, mas intensificamos as ações nos últimos dias e os resultados têm sido muito bons”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + 20 =