Empresários gráficos são homenageados na Firjan

O evento que aconteceu na Firjan começou com 10 profissionais

O Sindicato de Indústrias Gráficas do Município do Rio de Janeiro (SIGRARJ), faz uma homenagem ao Dia do Gráfico, na Firjan, em Niterói, na tarde desta terça-feira (29). O evento contou com a presença do presidente da SIGRARJ, André Sobrinho, e do presidente da Firjan, Luís Césio Caetano.

O objetivo do evento foi homenagear os gráficos pelo seu dia, que foi celebrado no dia 7 de fevereiro, que há décadas vem fazendo um papel fundamental na sociedade com o seu trabalho. Em virtude da Covid-19, o sindicato só conseguiu marcar o agraciamento aos profissionais da área neste mês de março. Durante as palestras, o presidente da entidade, André Sobrinho, contou que “a nossa intenção é fazer com que vocês, profissionais gráficos, saibam que possuem o apoio do sindicato sempre”.

“Precisamos trabalhar juntos, se o gráfico e o sindicato fizerem um trabalho em conjunto, nós seremos mais fortes”, diz Sobrinho.

Trabalhando na gráfica desde que se entende por gente, o gráfico Júlio César Farias, de 58 anos, conta que, por mais que surjam meios tecnológicos, a gráfica sempre vai se reinventar.

“A gráfica surgiu com o jornal junto com Gutemberg, mas quando a rádio nasceu, surgiram especulações de que a gráfica iria morrer, o mesmo foi quando veio a TV e a Internet, mas sempre nos mantemos fortes e nos reinventamos a cada dia que passa”, conta.

“Eu costumo dizer que com a gráfica nasceu, vivemos e morremos. Porque ao nascermos, precisamos da certidão de nascimento, para vivermos, vamos precisar dos documentos, dinheiro, modernas e outros materiais. E, quando morremos, precisamos da certidão de óbito, que tudo é feito para gráfica”, finaliza o gráfico Júlio César.

De acordo com Luís Césio Caetano, que elogia André Sobrinho pelo trabalho que está sendo feito com os profissionais gráficos, através da SIGRARJ, conta que as capacitações oferecidas pela Senai Maracanã podem e devem ser usadas pelos empresários gráficos.

“Parabenizo o André por essa iniciativa, que assume uma enorme responsabilidade e compromisso com os empresários gráficos que estão aqui. Porque você, André, está dando segmento a uma indústria que começou lá no século XV, que através das transformações chegou aos dias atuais”.

“O setor gráfico só será forte na medida em que os empresários participem ajudando o André nessa caminhada, lembrando que, o que tem no Senai Maracanã é de vocês, os cursos, as qualificações, o aprendizado, é para vocês”, completa o presidente da Firjan.

Durante a celebração, diversas personalidades foram homenageadas: o Dr. Augusto Franco Alencar, assessor da presidência da Firjan; Marcos Aurélio, representando o Edson Mota, presidente dos oficiais gráficos; Juliana Ventura, coordenadora do SEBRAE Rio; Marília Ortiz, secretária de Fazenda de Niterói; Luiz Vieira, secretário de Administração de Niterói; Márcio Picanço Cerqueira, secretário de Desenvolvimento Econômico de São Gonçalo; Ana Maria Vieira, representando Rúbia Secundino, secretária do governo; Carla Geraldo e Joselaine Aragão, representando Carlos Augusto de Jorge Sobrinho; Luiz Falcão, presidente do setor gráfico Falcão; e, por fim, Luís Césio Caetano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.