Empresário Eike Batista é condenado a 8 anos de prisão

O empresário Eike Batista foi condenado pela 3ª Vara Federal do Rio, a 8 anos de prisão, em regime semiaberto, pelo crime de manipulação do mercado financeiro. A condenação foi assinada, na última terça-feira (9) pela juíza federal Rosália Monteiro Figueira. Eike também foi condenado a pagar 10.500 salários mínimos, a titulo de multa. O empresário ainda poderá recorrer da sentença em liberdade.

Eike  e outros dois empresários da OGX foram acusados de terem manipulado o mercado de capitais, divulgando informações falsas em aviso na forma de Fato Relevante sobre a estimativa de “bilhões de barris” de petróleo potencialmente extraível em poços, ainda em fase de perfuração, de áreas do pré-sal na Bacia de Campos e na Bacia de Santos, cujos direitos de concessão, à época, pertenciam à empresa OGX Petróleo e Gás S/A.

A ação penal foi movida Ministério Público Federal e pela Associação dos Investidores Minoritários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *