Empresa de transporte anuncia medidas para apoiar vacinação em São Gonçalo

Uma busca está sendo realizada em São Gonçalo pelos agentes comunitários de saúde e enfermeiros para localizar os gonçaleses que ainda não foram vacinados contra a Covid-19. Caso não tenham condições de seguir para os 12 pontos de vacinação da cidade, eles serão levados de Uber através de uma parceria que a Secretaria de Governo da Prefeitura de São Gonçalo fez com a empresa, sem qualquer custo para o gonçalense e para o governo municipal.

A empresa vai fornecer códigos no valor de R$30,00, totalizando uma doação de 200 mil reais em viagens, para apoiar servidores públicos da Secretaria Municipal de Saúde. O código precisa ser adicionado no aplicativo da Uber antes das viagens.

“Os funcionários do posto de saúde vão chamar o Uber, que levará os moradores até o local de vacinação e, depois, vão retornar – também de Uber para o seu bairro, tudo de graça para o morador”, explicou o subsecretário de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo, Maik Mello.

A Uber firmou ainda parcerias com a Cruz Vermelha, para custear o deslocamento de profissionais e voluntários que precisam se deslocar até os locais em que a imunização está sendo feita, e com a Central Única das Favelas, para custear o deslocamento aos postos para pessoas em situação de vulnerabilidade.

“Queremos garantir que a mobilidade não seja mais um obstáculo para quem quer se vacinar”, diz a gerente de Operações da Uber no Brasil, Sílvia Penna. “Por isso, além de apoiar os governos e prefeituras, estamos também apoiando a Central Única das Favelas (Cufa) para permitir que as pessoas mais vulneráveis tenham uma opção de mobilidade para chegar aos locais de vacinação”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − cinco =