Em São Gonçalo, barricadas cercam Capela de São Jorge

Embora as celebrações do Dia de São Jorge, comemorado nesta sexta-feira (23), estejam comprometidas, por conta da pandemia do coronavírus, devotos do Santo Guerreiro terão mais um obstáculo para manifestarem sua fé, em São Gonçalo. Barricadas estão colocadas em pelo menos quatro ruas que dão acesso à Capela de São Jorge, localizada no bairro do Lindo Parque.

De acordo com denúncias de moradores da região, as obstruções estão colocadas em vias de acesso à Rua Antenor Nunes Neto, onde está localizado o templo religioso. De acordo com o tenente-coronel Gilmar Tramontini, comandante do 7º BPM (São Gonçalo), a unidade já tomou conhecimento do fato e irá intensificar o patrulhamento na região.

“Qualquer denuncia que chegue, o batalhão vai até o local e, quando possível retira. Chegou sim [a informação]. Se for uma área de patrulhamento normal, será devidamente retirado. Se for objeto de excepcionalidade, terei que cumprir os ritos da suprema corte, mas acredito que não seja. O batalhão tomou conhecimento e está intensificando o policiamento no local”, explicou o comandante.

Todavia, Tramontini alerta que, ainda que a força policial desempenhe trabalho para remoção de obstáculos de vias públicas, esta questão não deve ser resolvida somente pela Polícia Militar. Para o comandante, é necessário que haja colaboração entre todas as instituições.

“A colocação de obstáculos em via pública, principalmente por parte de criminosos, é uma questão de segurança pública e não passa fora do radar do comando da unidade. O batalhão, diariamente, quando solicitado, os retira. Mas é uma responsabilidade de todos, não do subsistema de polícia”, frisou o tenente-coronel.

A reportagem tentou contato com a Arquidiocese de São Gonçalo e com a Paróquia São Judas Tadeu, responsável pela administração da capela, mas as ligações não foram atendidas. Contrariando promessa de campanha do atual prefeito Capitão Nelson (PL), a Prefeitura de São Gonçalo informou que a retirada de barricadas é atribuição da Polícia Militar.

Ações contra barricadas

Na tarde dessa quarta-feira (21), policiais militares realizaram ações para remover barricadas em diversas ruas do bairro da Trindade. Os agentes desobstruíram a Rua Cabo Frio esquina com Rua Barra mansa e na Rua Uruguaiana com Rua Cuiabá. Em apoio à operação, foi utilizada uma retroescavadeira que é objeto de apreensão da 74ª DP (Alcântara) e um caminhão que foi apreendido pelo Inea, ambos equipamentos cedidos oficialmente ao 7º BPM. Perguntado se há alguma ação no sentido de tentar inibir que as barricadas sejam recolocadas pelos traficantes, o tenente-coronel, Gilmar Tramontini declarou que “o batalhão segue patrulhando”.

Em 12 de novembro do ano passado, 3 dias antes do primeiro turno das eleições, o então candidato – e agora prefeito de São Gonçalo – Capitão Nelson prometeu acabar com as barricadas, conforme reportagem de A TRIBUNA daquela data. Na época, ele ressaltou que tinha 38 anos de Polícia Militar. “Já enfrentei e venci dezenas de bandidos perigosos, nunca tive e jamais terei medo de ameaças de vagabundo ou de quem quer que seja, como as que já me foram feitas. A cidade está abandonada na área de segurança e ordem pública, a população não suporta mais viver desse jeito e eu assumi o compromisso de acabar com essas barricadas, que são uma afronta às pessoas de bem que vivem e trabalham nesse município”, afirmou Capitão Nelson, na época da campanha eleitoral.

One thought on “Em São Gonçalo, barricadas cercam Capela de São Jorge

  • 26 de abril de 2021 em 11:50
    Permalink

    Infelizmente São Gonçalo ficou muito tempo largada. Apesar de todo esforço do Capitão Nelson em fortalecer a segurança pública, ainda não é possível enfrentar e retirar as barricadas. Acredito que em pouco tempo isso será feito.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 6 =