Em Itaboraí, condomínio com 10 mil pessoas vive no escuro, mas moradores são obrigados a pagar Taxa de Iluminação Pública

Com 300 casas, o condomínio Marcelino, no bairro de Bela Vista, em Itaboraí, não conta com uma lâmpada sequer nas vias de acesso, que são responsabilidade da Prefeitura. Chegar em casa ou sair a noite é uma operação de risco para os moradores que já foram várias vezes a prefeitura reclamar, sem sucesso.

No entanto, na hora de pagar a conta de luz, mesmo no breu, o morador tem que desembolsar R$ 36,15 de Taxa de Iluminação Pública.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.