Em discussão sobre homenagem, Câmara de Niterói rejeita moção ao atual ministro da educação

Iniciativa do vereador Douglas Gomes propôs aplaudir o “excelente trabalho” de Milton Ribeiro à frente da pasta

Uma simples votação para uma homenagem durante sessão na Câmara Municipal de Niterói realizada nesta quarta-feira (29) causou revolta em alguns vereadores. Isso porque Douglas Gomes (PTC) propôs uma moção de aplausos ao atual ministro da educação Milton Ribeiro. A ideia, entretanto, teve 12 votos contrário e foi rejeitada.

Na justificativa do pedido, Gomes afirmava que a Casa Legislativa niteroiense não podia “deixar de homenagear, aplaudir e reconhecer o excelente serviço prestado ao povo brasileiro pelo Ministro da Educação Milton Ribeiro”, pelo fato exercer um trabalho “inovador” à frente da pasta “através de programas que buscam a melhoria da educação, oferecendo aos brasileiros programas mais eficientes, técnicos e inclusivos”. Mas bastou a homenagem ser votada para os primeiros vereadores se manifestarem contrários.

Ainda quando o presidente da Câmara, vereador Milton Cal (PP), fazia a leitura do projeto da homenagem, Verônica Lima (PT) foi a primeira a votar contra. Na sequência, Walkiria Nichteroy (PC do B) criticou a proposta de homenagem classificando-a como “piada”.

“Essa homenagem é uma piada no momento em que o Brasil volta a ter índices de analfabetismo absurdos, fazendo o país voltar no a ser um dos primeiros na estatística dessa triste situação. Por isso, também voto contra”, explicou Walkiria.

Integrante da bancada governista, Jhonathan Anjos (PDT) afirmou que “pelo avanço que Niterói teve na educação nos últimos anos” era uma questão de “responsabilidade” a Câmara rejeitar a homenagem, e ainda criticou o atual ministro.

“É necessário repudiar os atuais retrocessos do governo federal de ataque à educação pública, principalmente o que é feito contra as universidades públicas federais. E só vamos combater às desigualdades através da universalização da educação pública para todos”, afirmou Anjos.

Críticas a ex-prefeito

Último a falar, Douglas Gomes lamentou a rejeição e afirmou que não fazia sentido a Câmara recusar uma homenagem a Milton Ribeiro se estaria fazendo um gesto de reconhecimento ao ex-prefeito Rodrigo Neves, a quem criticou duramente.

O motivo das críticas se deve ao fato de a Câmara ter aprovado a concessão à Medalha José Clemente a Rodrigo Neves. Durante a votação desta homenagem, Douglas Gomes cita os processos que ex-prefeito responde na Justiça e se manifestou contrário à medida. Na sequência, o vereador Binho Guimarães (PDT) defendeu a homenagem e cutucou o colega bolsonarista por não se manifestar contrário aos “bandidos que estão apoiando o atual presidente da República”.

Apesar das discussões, a Câmara aprovou a concessão da medalha ao ex-prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 1 =