Elenco do Vai que Cola lamenta morte do comediante

O elenco do Vai que Cola usou as redes sociais para lamentar a morte do comediante Paulo Gustavo, que morreu na terça-feira (4) vítima da Covid-19.

Catarina Abdala, que faz parte do elenco do Vai que Cola resumiu o sentimento com a seguinte frase: “Não há palavras… Só a eternidade! Você é luz! Voe…”. Fiorella Mattheis, do mesmo elenco, postou um vídeo do amigo de cena e reforçou: “Paulo era assim, preenchia cada pedacinho da nossa vida. E a falta já é enorme, um buraco, um vazio… compartilhando com vocês um pouco do que era ser amiga dele… e abrir o WhatsApp e receber vídeos ‘do nada’, hilários, cheio de afeto, humor e amor…”, dizia parte da publicação.

Cacau Protásio também usou as redes sociais para resumir os sentimentos após saber da morte do amigo. “Você É um Gigante! A gente te ama muito, Pra mim você era imortal, eu tinha tanta certeza que você ficaria aqui com a gente…”. Politizado o ator Fernando Caruso ressaltou a morte do Paulo Gustavo com uma postagem sobre a importância da vacinação.

O amigo Oscar Magrini postou um vídeo com o amigo de cena e lembrou da alegria contagiante do ator.

Mais um amigo de cena, Emiliano D’Avila, disse que “ficam as boas lembranças da alegria que ele proporcionou ao povo brasileiro. Um fenômeno que se tornou um dos artistas mais queridos do Brasil e simplesmente uma das pessoas mais engraçadas que eu já  conheci. Mas hoje é um dia triste. Para os colegas, amigos, parentes e fãs de Paulo, um dia ainda mais triste do que os dias que estamos vivendo”.

A produção do comediante Paulo Gustavo confirmou que o corpo do ator será cremado amanhã, quinta-feira (6) em uma cerimônia restrita a familiares e amigos próximos. A nota ainda frisou que o local não será divulgado para não ter aglomeração. A Prefeitura de Niterói decretou luto de três dias e pede que hoje, dia 5, uma corrente de energia seja emanada às 20h com um minuto de aplausos em forma de homenagem.

Paulo Gustavo foi internado no dia 13 de março na UTI do Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, com Covid-19 e faleceu ontem, dia 4 de maio, às 21h12min por complicações da doença. E estava internado em estado grave, passou por diversos procedimentos mas não resistiu à gravidade da contaminação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =