ELEIÇÕES 2020: Niterói tem dez pré-candidatos a prefeito

O ambientalista Axel Grael (PDT) é pré-candidato à Prefeitura de Niterói

A eleição para prefeito de Niterói, em outubro deste ano, já conta com dez pré-candidatos. Muitos dos nomes ainda devem ser analisados pelas respectivas comissões de seus partidos, e alguns ainda podem, inclusive, mudar de sigla. Até o momento, só existem três pré-candidaturas confirmadas na cidade: a do ambientalista Axel Grael (PDT), da economista Juliana Benício (NOVO) e do deputado estadual Flávio Serafini (PSOL).

Juliana Benício é a selecionada do Partido Novo para a cadeira do Executivo

As negociações para coligações já começaram e esta semana Axel Grael ganhou o apoio do Progressistas e do PC do B. Além disso, Grael é o único que já definiu o nome do vice em sua chapa, que será o deputado estadual Paulo Bagueira, do Solidariedade. Há muitas especulações em torno de nomes, mas no entanto, a maioria dos partidos ainda está montando suas comissões executivas.

O deputado do Psol, Flávio Serafini, foi o escolhido pela legenda para a disputa

O Podemos, do senador Romário, que estava sem presidente municipal, passou a ter registrado no TRE o nome do advogado Pedro Castilho como novo presidente na cidade da sigla. Já o PRTB, partido do vice-presidente da República Hamilton Mourão, passou a ter o veterinário Claúdio Vicente como comandante na cidade. Cláudio, que é sobrinho do ex-vice-prefeito e vereador por 11 mandatos, José Vicente, e sobrinho do vereador por São Gonçalo, José Carlos Vicente (PSL), informou que o partido ainda não definiu seu posicionamento para as eleições em Niterói.

A cidade conta ainda com outras sete pré-candidaturas que já foram anunciadas, mas ainda não foram confirmadas: Felipe Peixoto (PSD), Bruno Lessa (PSDB), Carlos Jordy (ainda no PSL, mas já pediu na Justiça Eleitoral a desfiliação), Gustavo Schimidt (PSL), Adroaldo Peixoto (Rede), Alexandre Ceotto (Republicanos) e o delegado José Carlos Pires (PMN).

Com as adesões esta semana do PP e do PCdoB, a parceria em torno de Axel Grael e Bagueira integra uma coligação que soma 14 partidos: MDB, DEM, PHS, Cidadania, PDT, PT, PCdoB, Progressistas, PV, PSB, PL, SDD, PR e Patriotas. E pode chegar a 15, pois o PROS deve oficializar o apoio à chapa nos próximos dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − nove =