Eleição na OAB-Niterói começa com movimento tranquilo

As primeiras horas de votação na eleição para presidente da OAB em Niterói foram tranquilas nos cinco pontos de votação. Desde a abertura das urnas, às 9h, advogados aptos já compareceram e deixaram seus votos. É o caso de Artur Emílio Gonçalves, que falou sobre a importância da participação da categoria na escolha do mandatário. Na última semana, o jornal A TRIBUNA publicou entrevistas exclusivas com os candidatos.

“Estou acompanhando as eleições para a subseção de Niterói e a Estadual. É muito importante a participação de todos os advogados para o processo, porque é o presidente que nos acolhe e atende às principais reivindicações e é o presidente estadual que vota na eleição federal. Achei o processo muito bom, considerando o distanciamento e os procedimentos de segurança”, disse.

Artur foi um dos primeiros a votar – Foto: Marcelo Feitosa

Artur também comentou sobre o que espera do próximo presidente. Ele afirma querer que seja dada maior atenção para as dificuldades que advogados vêm tendo quando precisam obter acesso a processos. Em relação à polêmica em torno da não permissão do voto a associados inadimplentes, o advogado diz acreditar que todos deveriam poder participar da eleição.

“O desafio é dar o suporte aos advogados pela questão do atendimento. Alguns tribunais estão dificultando o atendimento presencial e o acompanhamento dos processos. Não acompanhei a polêmica em si, em torno dos inadimplentes, mas acho que todos deveriam ter direito ao voto e a respectiva seccional use os meios cabíveis para fazer a cobrança”, ressaltou.

Para a advogada Bárbara Siqueira, que também votou na manhã desta terça, o novo presidente da OAB-Niterói precisará dar atenção especial à valorização da advogada mulher. “Para a gente poder os caminhos que nossa gestão vai seguir durante esses anos. O processo foi bem tranquilo, consegui votar bem rapidinho. Espero mudanças, ainda mais na valorização da advogada mulher”, frisou.

Bárbara defende maior valorização da advogada mulher – Foto: Marcelo Feitosa

Votação tranquila

Carlos Carvalho, que é coordenador da eleição no prédio da OAB-Niterói, afirmou que as primeiras horas de votação no local transcorreram de forma tranquila. Ele também citou não ter havido, até o momento, incidentes no que diz respeito a associados inadimplentes que tenham tentado votar, mesmo sendo proibidos por decisão judicial.

“O movimento está muito tranquilo aqui na sede da subsecção. Temos quatro urnas. Os fiscais das chapas estão colaborando com o trabalho. A liminar foi cassada de modo que os inadimplentes não possam exercer o direito de voto, mas aqui não tivemos problemas nesse sentido. Em Niterói temos uma média de, salvo engano, 7 mil advogados aptos, mas não há como fazer uma previsão de quantos comparecerão”, explicou.

Distanciamento social é obrigatório – Foto: Marcelo Feitosa

Para ter acesso ao local de votação, os advogados precisam cumprir com todas as medidas sanitárias, como obrigatório de máscara e manter o distanciamento social. As urnas estarão abertas até as 17h, quando será feita a contagem. Depois é preenchido o mapa com o resultado de cada urna e, posteriormente, encaminhado para a comissão eleitoral, na seccional da OAB-RJ.

Fotos: Marcelo Feitosa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × cinco =