Ele voltou

Um dos personagens mais polêmicos da política niteroiense está de volta. O ex-secretário de Segurança e Controle Urbano de Niterói, Wolney Trindade não se cansa de surpreender e ainda quer ser um nome atuante na prefeitura, embora esteja afastado oficialmente do Executivo niteroiense há nove anos, depois da última confusão que arrumou ao despertar a revolta do povo de São Gonçalo ao dizer eles foram o responsável pelo caos no trânsito da cidade devido a uma promoção de aniversário de um supermercado.

“Estou de volta à cidade, estou vivo ainda, vou desenvolver atividades na cidade para começar a tentar fazer mais obras como sempre fiz. Sou uma pessoa eclética que entende de tudo um pouco, só não quero ficar parado”, realçou.

Wolney disse que voltou para Niterói e falou que vai fazer muita coisa na prefeitura mesmo sem ter cargo e sem motivações políticas. “Vou gerar demanda de matéria para a imprensa como sempre fiz e não vou receber nada pelos serviços prestados à prefeitura”, afirmou.

Entre exames de rotina para detectar como está um coágulo no cérebro que se formou depois de um AVC que teve, Wolney, diz que vai voltar a tocar importantes projetos, de preferência, no seu reduto eleitoral na Engenhoca e só reclama de não ter feito isso antes, pois seria melhor do que ter ido trabalhar em Itaboraí como secretário municipal de Habitação.

“Foi muito difícil trabalhar no município porque o então prefeito Helil trabalhava contra. Ele não dava a contrapartida. Por exemplo, consegui R$ 3 milhões para obra do PAC do Itambi, Helil tinha que entrar com R$ 224 mil para conseguir o total do Estado e Governo Federal e ele não entrou”, criticou o ex-secretário.

Conhecido por não ter papas na língua, o político só deixa a eloquência de lado quando falou sobre o ex-prefeito Helil. “Ele deixou a cidade falida econômica e financeiramente. Não sei o que houve ele não conseguiu se organizar e não teve um grupo para fazer o que realmente era necessário na cidade. Ele foi um péssimo prefeito porque tinha que dividir seis secretarias com o ex-presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, que está preso”, enfatizou.

Com mais de 50 anos de vida pública, Wolney Trindade já foi apresentador de programas de rádio, 35 anos atuou como vereador, vice-prefeito, deputado estadual, secretário municipal de Obras e Urbanismo, titular da pasta de Segurança e Controle Urbano e o último foi secretário de Habitação, em Itaboraí. Agora, ele passa as horas livres de “desempregado”, mas diz que vai dar a volta por cima.

“Sou um político velho, mas sou honesto, e nunca estive metido no meio destas roubalheiras que estão aí. Quem me conhece sabe disso. Vou trabalhar nos projetos para o município e sei que vou ajudar”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + doze =