Educação faz atividades pedagógicas online com temas de festa junina em Rio Bonito

Como o mundo ainda está vivendo uma pandemia, as tradicionais festas juninas e julinas da rede de ensino municipal de Rio Bonito estão suspensas, certo? Errado. A data foi lembrada com criatividade e participação das professoras e pais de alunos, que enviaram vídeos dos filhos fazendo receitas de comidas típicas da festa e até dançando quadrilha. A intenção da Secretaria de Educação foi usar a data comemorativa para desenvolver atividades pedagógicas como ditado, problemas matemáticos, dobraduras, contação de histórias e outros.

O conteúdo matemático foi relacionado a comidas típicas de festa junina na Escola Municipal Maurício Kopke, e na E.M. Doir Avelino Araújo foi ligado a brincadeiras da festividade tradicionalmente nordestina. Na E. M. Romulo Tude, as atividades foram voltadas para a interpretação de texto com base em leitura sobre festa junina e histórias caipiras, gramática, poema caipira e ainda teve arraiá virtual.

Na E. M. Raulbino Pereira de Mesquita, a disciplina de artes explorou a dobradura de papel, formando objetos como o balão. Na Creche Municipal Professora Nazareth Santos Mello, através dos vídeos as professoras ensinaram dobraduras para decoração de festa junina, contaram histórias e ensinaram brincadeiras de festa junina, como pescaria. No Emphac, também teve contação de história, desenhos para a educação infantil e ditado com palavras relacionadas ao tema.

Para a disciplina de ciências, a E. M. Raulbino Pereira de Mesquita propôs uma pesquisa sobre os objetos que precisam, produzem, ou têm uma reação química para gerar a energia elétrica em uma festa junina, como lâmpadas e equipamentos de som.

A educação infantil também explorou a festa junina. A Creche Zely Miranda incentivou os pais a fazerem receitas relacionadas a festa junina, como angu à baiana, pipoca, milho verde, e também brincadeiras de festa junina, como quadrilha e pescaria. No Barãozinho, além das comidas e brincadeiras, também teve atividade sobre as músicas e instrumentos musicais usados nas festas. E na E. M. Governador Roberto Silveira, as letras do alfabeto foi aprendida com a famosa pescaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − cinco =