Eduardo Paes diz que licitação do aeroporto Santos Dumont ‘parece dirigida’

Em uma rede social, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, voltou a criticar o modelo de privatização do Santos Dumont. Em postagem no Twitter, Paes levantou dúvidas sobre o fato de o edital prever a concessão do aeroporto carioca num mesmo lote junto com outros três terminais de Minas Gerais.

“Parece licitação dirigida” escreveu o prefeito.  “Será que isso não é um facilitador para quem já tem a concessão de aeroportos em Minas, especialmente de Confins?”

Na publicação, o prefeito pede ainda “apuração com lupa” pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e o Ministério Público.

Paes critica o modelo adotado por temer um esvaziamento do Galeão, o que, na sua avaliação, poderia fazer com que o Rio deixasse de ser atrativo para rotas internacionais que usam aviões de grande porte, já que as pistas do Santos Dumont têm capacidade menor. 

O leilão do Santos Dumont vai permitir que o terminal venha a receber até voos internacionais, o que faria com que ele competisse com o Galeão, mais distante da região central da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.