Dorina canta Sambas de Aldir e Ouvir no Teatro Municipal de Niterói

Dorina é a próxima atração do projeto Clássicos do Samba, que acontece no dia 11 de julho, às 19h, no Teatro Municipal de Niterói. A sambista apresenta o show Dorina canta Sambas de Aldir e Ouvir – ao vivo, homenagem ao poeta e compositor Aldir Blanc e parcerias dele com Wilson das Neves, João Bosco, entre outras.

A dona de uma das vozes mais marcantes do samba e grande intérprete, como destaca Zeca Pagodinho em suas entrevistas, a premiada cantora Dorina apresenta seu 2° DVD independente em gravação ao vivo no Teatro Municipal Ziembinski. “Dorina canta Sambas de Aldir e Ouvir – ao vivo” é uma homenagem ao poeta, compositor, e como diz o jornalista Leonardo Lichote: — “Mestre Sala das Letras”, Aldir Blanc. Com 21 sambas em parcerias do homenageado com Clarisse Grova, Wilson das Neves, Moacyr Luz, Luiz Carlos da Vila, João Bosco, Cristóvão Bastos e Moyseis Marques, o disco chegou ao mercado fonográfico em 2017.

Há mais de 20 anos no cenário musical, Dorina carrega em sua trajetória o cantar pelo prazer da alma — pode parecer um pouco brega a alguns, mas é isso mesmo. Depois de 8 CDs e 1 DVD, todos elogiados pela crítica especializada do país, alguns até considerado o melhor do ano quando lançados, a cantora, agora, exalta a obra de Aldir Blanc e realiza um lindo espetáculo em uma merecida homenagem ao grande poeta, compositor carioca, pra nós, o Mestre Aldir.

O gênio da letra que já compôs mais de 500 canções, nasceu no bairro do Estácio, terra dos primeiros bambas, na cidade do Rio de Janeiro em 1946. E é considerado por muitos o nosso maior cronista urbano da atualidade. Dorina diz que Blanc sempre ocupou um espaço especial em sua ‘afetividade musical’, pois ele transforma em músicas histórias de amor, paixão, ciúme e cotidiano com um talento exagerado e único.
“Aldir tem esse poder de poucos de chegar aos nossos corações. Ele toca a alma de quem ama a vida com seus anseios, devaneios, e descortina tudo isso em paixão pela verdade”, contou a intérprete.

Dorina no novo espetáculo “Dorina canta Sambas de Aldir e Ouvir” está acompanhada por Paulão Sete Cordas, diretor musical, e na direção artística Edio Nunes. No trio de músicos além de o próprio Paulão temos também o seu filho Ramon Araújo, violonista, e na percussão Rodrigo Reis, e eventualmente um(a) instrumentista ou cantor(a) convidado(a), além dos atos com a participação do bailarino Wilker da Cruz (Will).

No repertório, além das memoráveis obras-prima, de Blanc, há uma inédita com Moacyr Luz e Luiz Carlos da Vila, e uma feita especialmente para a intérprete, entre tantas outras em parcerias de Aldir com Wilson das Neves, Sueli Costa, Paulo Emílio, Cristóvão Bastos e, claro, João Bosco.

A classificação etária é livre, os ingressos custam R$ 40 e o Teatro Municipal de Niterói fica na Rua XV de Novembro, 35 no Centro. Mais informações pelo telefone (21) 2620-1624.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + dezesseis =