Domingo de Páscoa termina com mortos e mulher ferida em São Gonçalo

Noite de terror no bairro do Pita, arredores da Comunidade da Coréia, em São Gonçalo. No final do domingo de Páscoa (4), uma mulher foi atingida por bala perdida e, momentos depois, dois homens morreram em confronto com a Polícia Militar. A ação contou com apoio de um veículo blindado e houve registro de trocas de tiros.

Segundo informações da corporação, uma jovem de 21 anos, identificada como Rebeca Barreira, sem antecedentes criminais, foi atingida, por volta de 19h50m, por um tiro quando estava na Rua Eduardo Lobo. Os agentes informaram que ela foi baleada na perna por homens que passaram atirando de dentro de um carro e socorrida, por conhecidos, ao Pronto Socorro Central de São Gonçalo (PSCSG), no bairro do Zé Garoto. Seu estado de saúde não foi divulgado. A ocorrência foi registrada na 73ª DP (Neves). Os acusados ainda não foram identificados.

Momentos mais tarde, por volta de 21h50m, uma equipe do Grupamento de Ações Táticas (GAT) foi à região da Rua Mentor Couto após receber informações passada por pedestres de que um carro, modelo Hyundai Creta, estaria com bandidos cometendo roubos de veículos na via e também na Rua Dr. Pio Borges. Os policiais fizeram um cerco tático na tentativa de capturar os criminosos. O automóvel foi localizado e os criminosos teriam atirado contra os agentes. Os militares revidaram, dando início ao confronto.

Drogas e arma foram apreendidas – Foto: Divulgação/PMERJ

Após o tiroteio terminar, os agentes encontraram dois suspeitos baleados no local. A dupla, que não estava com documentos de identificação, foi socorrida ao Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê. Entretanto, ambos morreram na unidade de saúde. Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML), onde aguardam por reconhecimento.

No local, os policiais relataram terem encontrado um revólver calibre 38, com cinco munições intactas, além de pinos de cocaína a serem contabilizados. O carro, que estava sendo usado pelos acusados, foi apreendido. Todo o material foi levado à 73ª DP, central de flagrantes, que fez o registro da ocorrência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =