Dois tubarões caem na rede de pescadores em Búzios em cerca de 24 horas. Veja vídeo

Num intervalo de cerca de 24 horas, pescadores de Armação de Búzios, recolherem em suas redes de pesca dois tubarões. O último deles foi encontrado puxado para a Praia no Canto, no Centro, na manhã dessa sexta-feira (07).
Os pescadores comentaram sobre o perigo que representa a presença do animal no mar da região, mas não souberam explicar o motivo da incidência da presença de tubarões na área. O animal capturado na rede dos pescadores nessa sexta-feira seria da espécie Anequim, ainda em fase de crescimento, mas medindo cerca de um metro.


“Para quem gosta de praticar esportes náuticos, fica o aviso aí”, alertou. O tubarão anequim encontrado nos mares tropicais e temperados, chega a medir até 3,5 m de comprimento, corpo fusiforme variando de azul a azul-escuro com ventre branco, focinho pontudo e boca ampla. É uma espécie veloz e muito agressiva, sua pesca comercial é realizada com espinhel. Também é conhecido pelos nomes de enequim, mako e tubarão-sombreiro. Na semana passada uma baleia com cerca de 10 toneladas foi encontrada morta nas areias da praia Brava também em Búzios.

O ambientalista e geógrafo, Alex Figueiredo, esclarece que o surgimento tubarões e baleias no litoral é “comum” nessa época. No caso das baleias, elas estão no final da migração para Abrolhos para reprodução. Há duas semanas apareceu um grupo próximo das Ilhas Cagarras. O Tubarão é comum também em todo litoral, O motivo seria a caça. Estaria procurando cardumes e por isso se prenderam na rede dos pescadores”, explicou.

Alex acrescentou que existe um quase total desconhecimento sobre essas rotas dos animais em certa épocas do ano citando, por exemplo, que flamingos em migração aparecem em Itaipu. “As pessoas, na sua grande maioria, não acompanham o ciclo da natureza”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro − 2 =