Divulgada lista de pré-selecionados para o Passaporte Universitário em 2022

A listagem preliminar dos moradores contemplados com as 1.000 bolsas de estudo oferecidas pela administração municipal para a participação no Passaporte Universitário neste ano foi divulgou nesta quarta-feira (26) .

O programa oferece, por meio de convênios com universidades, bolsas de estudo integrais em instituições de ensino superior a moradores com renda familiar de até cinco salários mínimos e que vivam na cidade há pelo menos três anos. A relação completa dos selecionados está disponível no link https://passaporteuniversitario.marica.rj.gov.br/bolsista

Após confirmarem a participação, os alunos devem procurar uma das universidades credenciadas para prestar o vestibular, que, nesta edição são a Universidade de Vassouras, o Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), a Universidade Estácio de Sá e a Universidade La Salle (Unilasalle). No sábado e domingo (29 e 30/01), as instituições de ensino localizadas na região central da cidade irão realizar um mutirão das provas.

Quem não foi selecionado ainda pode recorrer

Nesta quinta-feira (27/01), começa o período de recebimento dos recursos de candidatos não aptos — aqueles que deixaram de fornecer alguma documentação obrigatória no decorrer do processo. O recurso deve ser feito até às 23h59 de sexta-feira (28/01) pelo site do programa (passaporteuniversitario.marica.rj.gov.br).

Resultado final, após recursos

A listagem final de selecionados para o primeiro semestre será divulgada em 04/02 no site do Passaporte Universitário. A entrega dos certificados aos alunos será em 07/02, e o local do evento será divulgado em breve nas redes sociais do programa Passaporte Universitário.

Passaporte Universitário incentiva a formação superior

O Passaporte Universitário foi criado em 2019 para facilitar o acesso dos maricaenses ao ensino universitário, por meio da oferta de bolsas de estudo integrais em instituições de ensino superior. O programa prevê que o município faça convênio com universidades privadas. Em contrapartida, elas se comprometem a criar, em até cinco anos, unidades de ensino universitário na cidade.

Podem se candidatar aqueles que já cursam Ensino Superior, tenham sido aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou realizem o vestibular da universidade conveniada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.