Dirigente confirma que Canto do Rio não disputará Série C do Carioca

Se o verso do hino do Canto do Rio diz que “de noite e de dia a turma sorri. Enche de alegria Icaraí”, na prática o que acontece é o oposto. Faltando dois dias para o início do Campeonato Carioca da Série C, o Cantusca oficializou a desistência da competição. O clube enviou uma carta para a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Fferj) na quinta-feira (27) formalizando o pedido.

Em conversa exclusiva com A TRIBUNA, o diretor executivo de futebol do clube reconheceu que o Canto do Rio não dispõe de recursos próprios para disputar a competição. Ele afirma que seria necessário ter R$ 350 mil para brigar pelo título, e não apenas “passar vergonha” no torneio. Ele também afirmou que recebeu propostas “estranhas” de empresários propondo ajuda, mas rejeitou por “dignidade”.

“Infelizmente não temos como jogar a Série C no atual momento por não termos dinheiro. Não temos um patrocinador master e atualmente o nosso caixa é formado com o que é arrecadado das escolinhas de futebol, que é algo à parte, não tendo ligação com as categorias de base. Depois que o negócio com o Los Angeles Athlantic Bank não foi adiante, surgiram inúmeras propostas de empresários que nunca nem ouvi falar. Todos eles querendo ajudar o clube, mas com um discurso muito estranho. Então, em nome da dignidade do clube, nem passei isso para o conselho analisar. Resolvemos nos licenciar neste ano para voltar com dignidade no futuro”, explica Soriano.

Foco na reconstrução do centro de treinamento em São Gonçalo

O dirigente também explicou que o momento é de focar todas as atenções na reconstrução do Centro de Treinamento Jair Marinho, localizado no Clube Mauá, em São Gonçalo. Destruído no ano passado pelo que deveria ser um hospital de campanha, e que jamais foi inaugurado. Soriano explica o custo total da obra e quem está ajudando o Cantusca nesse projeto.

“O custo total da obra, se não me engano, está em R$ 420 mil ou um pouco mais. Quem está chegando junto é o Gonçalense, o próprio Clube Mauá e a Prefeitura de São Gonçalo, que colaborou retirando todo o entulho que ainda estava no campo. Agora é reformar o CT para que a gente possa voltar com força”, detalhou.

A obra teve início no dia 10 de maio e deve durar aproximadamente 60 dias.

Parceria frustrada

Em março, o clube anunciou uma parceria com uma equipe de futebol dos Estados Unidos, o Los Angeles Atlantic Soccer, time ligado ao Atlantic Bank. Entretanto, apenas quatro dias após o anúncio o time estrangeiro anunciou o fim do acordo antes mesmo de ser iniciado alegando questões jurídicas. Caso o acordo se concretizasse, o Cantusca passaria a se chamar Los Angeles Atlantic Soccer Canto do Rio S/A.

Questionado pela reportagem, Soriano disse que o diálogo entre as partes continua acontecendo e de forma positiva. Por isso, ainda há a possibilidade de um novo acordo ser feito, dessa vez com antecedência e respeitando as burocracias que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Fferj tratam sobre fusões do tipo.

Gabriel Gontijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =