“Direitos e deveres” abordados no 4º dia da Semana Nacional de Trânsito

A apresentação da Banda do Colégio Pedro II, seguiu a tradição e abriu nesta quinta-feira (22) o quarto dia da Semana Nacional de Trânsito 2016, no Auditório João Sampaio, ao lado da Rodoviária Roberto Silveira, no Centro. O saxofonista Jessé Lopes, em grande exibição, fez o presidente da NitTrans recordar Manito, nome artístico de Antônio Rosa Sanches, integrante do conjunto “Os Incríveis” que, nos tempos da Jovem Guarda, fez sucesso.

No ciclo de palestras, representando a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Leandro Maia falou sobre o tema “Trânsito: Deveres que asseguram direitos ? O Homem e suas veredas”. Uma dissertação sobre deveres e direitos que nos faz refletir sobre como aplicá-los no trânsito. Às vezes, é preciso uma atitude que, a princípio, pode parecer errada mas é a opção mais acertada. Por exemplo, se estamos no limite de velocidade numa estrada e alguém insiste em pedir passagem buzinando e acendendo o farol alto. O mais sensato é deixar passar. O outro está errado e poderá ser punido. No entanto, evita-se um acidente.

No ciclo de palestras foi abordado a importância de tornar o trânsito mais seguro através também do respeito do pedestre, que obedece sinalisações voltadas para ele nas ruas, como o ato de atravessar nas faixas destinadas a ele e com sinal fechado. No Centro de Niterói e vias de acesso, onde o trânsito é mais intenso durante todo o dia, existem exemplos claros de respeito e também de transgressões que podem acarretar riscos ou preservar a vida.

José Haddad, presidente da Neltur, propôs questionamentos interessantes na palestra “Conduzindo sua vida: Sinalizando Rotas e corrigindo rumos”. Ele nos levou a uma viagem interior com afirmações propositivas como: “O mundo é feito de trocas e, quanto melhor eu estiver, mais útil serei ao mundo”. O ser humano é feito de energia, ação e resultado. “Faça o necessário, depois o possível. Logo estará realizando o impossível.” Um encerramento que aponta para o melhor do ser humano: o que está dentro da mulher e do homem. “Conduzir um carro está intrinsecamente ligado a forma que você dirige sua vida”, esta foi uma das frases, que José Haddad, utilizou para provocar
a plateia a fazer uma profunda reflexão sobre a vida durante a palestra.

Programação dessa sexta-feira
09 horas – Apresentação do Grupo Dança em Movimento – Andef – No Auditório Prefeito João Sampaio – Praça Fonseca Ramos, Centro; 10 horas – Eu sou + por um Trânsito + Seguro; Transversalidade e Educação para o Trânsito – Com Priscila Lundstedt Rocha – Professora, Educadora de Trânsito e Chefe do Departamento em Educação para o Trânsito – NitTrans; 11 horas – Meio Ambiente – Com Aline Fanti – Engenheira Ambiental e Educadora Ambiental e Edson Grandisoli – Biólogo Ecológico, Diretor Educacional da Reconectta; 12h30m – Mecânica Para Mulheres – Com Roseli Oliveira da Silva – Mecânica há dez anos, Palestrante da Porto Seguro Auto Mulher; Circuito de Visitação na sede do DENIT, PRF e Ecoponte; 16 horas – Bate Papo sobre Outubro Rosa e Movimanto do Otimismo – Com Paulo Gonçalves – Fisioterapeuta com Pós Graduação em Oncologia com ênfase em câncer de mama; e Camila Cavalcante – Empresária e desenvolvedora de projetos para o complexo Tio Sam Camboinhas, entre eles Movimento Otimista”. Local: Biblioteca Pública de Niterói – Praça da República, Centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =