Dia do Idoso celebra a vida na melhor idade

Quem nunca ouviu a expressão: “Brasil é um país de jovens”. O termo foi utilizado durante décadas para definir a população do nosso país. No entanto, com o aumento da expectativa de vida e a redução das taxas de natalidade, a população brasileira está envelhecendo, seguindo uma tendência mundial, mas forte nos países desenvolvidos.

Segundo projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de idosos com 80 anos ou mais pode passar de 19 milhões em 2060, um crescimento superior 27 vezes em relação a 1980, quando o Brasil tinha menos de 1 milhão de pessoas nessa faixa etária (684.789 pessoas). O país contabiliza 3.458.279 idosos com mais de 80 anos, segundo o IBGE. As estimativas populacionais de 1980 a 1999 foram acrescentadas aos dados de 2000 a 2060 – divulgados em 2013. As informações fazem com que a série histórica tenha um intervalo de 80 anos.
Se confirmada a projeção, esse contingente, se comparado aos dados atuais, perderia apenas para a população total de São Paulo e Minas Gerais. A alta é resultado da melhoria da esperança de vida ao nascer do brasileiro, que era de 62,58 anos em 1980 e pode atingir 81,2 anos segundo a projeção de 2060.

Viver mais requer cuidados. O cuidado com a terceira idade é algo que requer uma atenção maior da família, seja na administração de remédios ou até mesmo no acompanhamento e incentivo para a realização de atividades físicas. A enfermeira, especializada em Promoção da Saúde, Sylvia Regina Silva, realiza um trabalho para a população idosa, unindo o cuidado com a saúde e a promoção da saúde com um pouco de diversão.

“Brinco em dizer que fazemos a saúde e não o doente. Em nossos encontros estimulamos a prática de esportes, a dança, o exercício com a memória, a visita periódica aos especialistas, cardiologistas para os hipertensos e endocrinologistas para os diabéticos, realizamos encontros sociais e passeios culturais. O idoso que antes ficava em casa, muitas das vezes sozinho, passa a ter atividade por três vezes durante a semana. O cuidado com idoso é gratificante, pois, a recompensa maior e sua assiduidade e seu compromisso de não faltar aos encontros. O envelhecimento é um processo natural, que acontece de forma individual e gradativa. Com o tempo, ocorrem modificações fisiológicas, bioquímicas e psicológicas no organismo de cada indivíduo, gerando graus distintos de dependência e proporcionando aumento no número de quedas, que na terceira idade é mais frequente do que imaginamos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + quatro =