Dia de São Cristóvão será celebrado de maneira diferente no ano de pandemia

Nesse sábado, 25, é celebrado, na igreja católica, o Dia de São Cristóvão, e a pandemia do coronavírus também vai mudar a comemoração do padroeiro dos caminhoneiros, viajantes e motoristas. O Centro Beneficente dos Chauffeurs de Niterói (CBCN), no Centro da cidade, desde a década de 50 realiza uma homenagem ao santo com direito a missa, procissão e leitura da história do santo na pequena capela montada no local.

O Diretor de Patrimônio do CBCN, Sérgio Domingues, disse que em função da pandemia a tradicional comemoração será cancelada, mas a capela permanecerá aberta. Mas algumas regras terão que ser respeitadas como o distanciamento, a entrada de apenas uma pessoa por vez e a utilização de álcool em gel antes de entrar no espaço. “Vamos comemorar da maneira que pudermos. Vamos fazer uma oração entre os funcionários. Mas não podemos deixar passar em branco. É importante a renovação da fé e manter a tradição”, contou.

“Eu sou devoto de São Cristóvão e confesso que esse ano minha oração será feita dentro de casa. Mas depois, quando isso tudo normalizar, eu vou na capelinha agradecer pela proteção de sempre”, resumiu o taxista Fernando Vieira, 64 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − quinze =