Dia de Nossa Senhora da Conceição comemorado com restrições em Niterói

Raquel Morais

No próximo dia 8 é comemorado, na igreja católica, o dia de Nossa Senhora Imaculada Conceição e a paróquia da santa em Niterói, que fica na Rua que leva seu nome, no Centro, divulgou a programação. Esse ano a comemoração será diferente, sem a tradicional procissão pelas ruas do bairro, mas nem por isso deixará de ter homenagens. Além disso será comemorado o aniversário de 349 anos da Capela Nossa Senhora da Conceição de Niterói.

No dia 5 às 18h a missa será celebrada pelo padre José Marcelo M. Gomes, no dia 6 às 9h e 11h também será ministrada pelo padre José. Às 12h30min será servido o almoço no esquema pague e leve, angu à baiana por R$ 15.

No dia 7 serão duas missas ministradas pelo padre José, ao meio dia e às 18h, essa última de cura e libertação, seguida da coroação de Nossa Senhora. No próprio dia 8 quatro padres vão ficar responsáveis pelas quatro missas: 8h (padre Carmine Pascale), às 11h (padre Wallace Dahan dos Santos), 14h (padre José Goretti Pio) e às 18h (padre José Marcelo M. Gomes). Entre as celebrações, às 16h, está agendada a reza do terço pela saúde.

De acordo com a igreja a programação foi enxuta e envolta em todos os cuidados sanitários necessários. A tradicional festa, que perdura por mais de 300 anos, acontecerá sob o manto da Mãe Santíssima, fortemente cercado de simbolismos de fé, amor e esperanças. Ainda segundo a igreja os fiéis que quiserem participar das atividades presencialmente devem agendar pelo telefone (21) 2717-0154. Antes e depois de todas as celebrações, uma equipe especializada em higienização fará a limpeza da igreja.

A Capela Nossa Senhora da Conceição de Niterói fica na Rua da Conceição, 216 no Centro.

HISTÓRIA DA SANTA

De acordo com a Arquidiocese de Niterói o dogma da Imaculada Conceição de Maria é um dos mais queridos ao coração do povo cristão. Os dogmas da Igreja são as verdades que não mudam nunca, que fortalecem a fé que carregamos dentro de nós. A convicção da pureza completa da Mãe de Deus, Maria, ou seja, esse dogma foi definido em 1854, pelo Papa Pio IX, através da bula Ineffabilis Deus, mas antes disso a devoção popular à Imaculada Conceição de Maria já era extensa. A festa já existia no Oriente e na Itália meridional, então dominada pelos bizantinos, desde o século VII. A festa não existia, oficialmente, no calendário da Igreja. Os estudos e discussões teológicas avançaram através dos tempos, sem um consenso positivo. Quem resolveu a questão foi um frade franciscano escocês, grande doutor em teologia, chamado Bem-Aventurado João Duns Scoto, que morreu em 1308. Na linha de pensamento de São Francisco de Assis, ele defendeu a Conceição Imaculada de Maria como início do projeto central de Deus: o nascimento do seu Filho feito homem para a redenção da humanidade. Transcorrido mais um longo tempo, a festa acabou sendo incluída no calendário romano, em 1476. Em 1570, foi confirmada e formalizada pelo papa Pio V, na publicação do novo ofício, e, finalmente, no século XVIII, o Papa Clemente XI tornou-a obrigatória para toda a cristandade. No dia 8 de dezembro, não comemoramos a memória de um santo, mas a solenidade mais elevada, maior e mais preciosa da Igreja: a Imaculada Conceição da Santíssima Virgem Maria, a rainha de todos os santos, a Mãe de Deus.

A IGREJA

Ícone histórico e religioso da cidade de Niterói, a Igreja Nossa Senhora da Conceição de Niterói começou a ser construída em 1663, pelo devoto Affonso Corrêa de Pina, com esmolas da população, num sítio oferecido pelos herdeiros de Martim Afonso de Souza, o Arariboia. Em 17 de agosto de 1671, na pequena ermida de São Domingos foi lavrada a escritura da igreja de Nossa Senhora da Conceição de Niterói. A partir desta data, formou-se a Irmandade de Nossa Senhora da Conceição, que administra o seu patrimônio até os dias de hoje. Em 1770, a pequena ermida foi derrubada e construída uma nova igreja. Em 1850, por provisão do Bispo do Rio de Janeiro D. Manoel do Monte Rodrigues de Araújo (Conde de Irajá), a Irmandade foi elevada com o título de Confraria de Nossa Senhora da Conceição da Imperial Cidade de Nictheroy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =