Dia das crianças promete melhorar economia em Niterói

Aline Balbino

“Mãe, eu quero o brinquedo Abre Ovinho”. Esse já é o pedido da pequena Julia de 2 anos para sua mãe, a empresária Marina Otero, 30 anos. Além disso, ela um patinete e uma boneca. A criançada já está bastante animada para receber os presentes de Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de outubro. A expectativa atingiu também os empresários que também estão se preparando para boas vendas.

Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) estima-se atingir em média 3% de aumento em relação ao ano passado. Embora os consumidores queiram comprar mais, os presentes este ano serão bem mais baratos. Os brinquedos devem ficar na media dos R$ 30,00. Nas lojas os brinquedos mais procurados continuam sendo bicicleta, bonecas, patinetes e carrinhos.

“Os pais sempre fazem de tudo para verem os filhos felizes e este ano apesar das dificuldades não será diferente”, disse Luiz.

Segundo o gerente da loja Tids no Centro de Niterói, Juranildo Cândido, a crise influenciará muito pouco, pois o valor emocional é o que mais conta nesse período.
“A procura acaba sendo grande porque os pais não consegue dizer não a seus filhos. O valor emocional é sempre maior que a crise. As pessoas não deixam de presentear e com o período de Cosme e Damião, as pessoas ainda tentam dar presentes como promessas”, disse.

Marina Otero está em dúvida de qual brinquedo dará, mas se tranquilizou porque o predileto da pequena Julia, é barato. “Eu devo comprar o tal do abre ovinhos. É o que ela quer e a gente acaba comprando no fim das contas. Não tem muito como fugir”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 8 =