Dia das Crianças dá bom resultado e anima comerciantes para o Natal

Passado o Dia das Crianças, os comerciantes de Niterói comemoraram o resultado das vendas. A expectativa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Niterói (CDL-Niterói) era um aumento de 7,3% no comparativo com a mesma data de 2020, auge da pandemia da Covid-19. As comercializações serviram de termômetro para os empresários sentirem como serão as vendas nos próximos meses, do tão aguardado Natal, época mais importante para o segmento. A variedade na escolha dos presentes foi desde bonecas e carrinhos, e até mesmo brinquedos interativos.

O gerente de uma loja no Centro de Niterói, Rodrigo de Lima, explicou que as vendas foram positivas de uma maneira geral. O movimento maior foi no último sábado (09), quando as bonecas e carrinhos foram os brinquedos mais vendidos. “As vendas foram boas e percebemos que as pessoas estavam gastando em torno de R$ 30 a R$ 40 para presentear as crianças. Não vamos ter movimento para troca, isso não é comum com as nossas vendas”, frisou.

Os famosos Fidget Toys, ‘brinquedos que cabem nas mãos’ foram bastante procurados por quem quis presentear os pequenos com algo inusitado. “Os brinquedos permitem uma comunicação verbal e não verbal, raciocínio, pensamento abstrato, representação espacial, curiosidade, criticidade, objetividade, reflexão, flexibilidade, relacionamento intrapessoal e interpessoal, autonomia, cooperação, autoconfiança, autoestima, e sentimentos de competência”, ponderou a empresária e também psicóloga Wanessa Berba.

TROCAS EM LOJA FÍSICA

O Procon Estadual do Rio de Janeiro (Procon-RJ) explica sobre a política de trocas de produtos. Se a compra for realizada numa loja física, é importante observar a política de troca. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) não determina que este tipo de estabelecimento é obrigado a trocar presentes por gosto ou tamanho. Apesar disso, muitos estabelecimentos permitem a troca, mas para isso definem as suas próprias regras, determinando um prazo máximo que o item poderá ser trocado, por exemplo.

TROCAS DE COMPRAS DA INTERNET

O Procon-RJ salienta ainda que o CDC garante o direito de arrependimento, ou seja, o consumidor tem sete dias para efetuar o cancelamento da compra, independente do motivo. O consumidor pode devolver e cancelar a compra em até sete dias, prazo garantido por Lei.

AJUDA DO PROCON

Quem tiver dificuldade com a troca e precisar da ajuda do Procon-RJ deverá entrar em contato com o órgão, pois cada caso é analisado individualmente. Mas para qualquer procedimento é exigida a nota fiscal. A autarquia esclarece que a nota é a comprovação de compra daquele item. Será indispensável se o consumidor precisar abrir uma reclamação no Procon-RJ.

Raquel Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 14 =