DH segue investigando morte de motorista de aplicativo

Investigação da Polícia Civil apura se um homem preso, na madrugada desta terça-feira (7), tem participação no assassinato do motorista de aplicativo Bruno Antunes, no último domingo (4), na região de Marambaia, em São Gonçalo. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG).

Segundo informações do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), da Polícia Militar, agentes que estavam em patrulhamento pela Rodovia RJ-104, na altura de Marambaia, depararam-se com um carro, modelo Fiat Mobi, com registro de roubo, com três ocupantes. Quando tentaram fazer a abordagem, os agentes foram atacados a tiros.

Dois deles conseguiram fugir a pé, em direção ao bairro Jardim Bom Retiro, enquanto o terceiro envolvido, de iniciais V. da S. B., de 28 anos, acabou baleado e não conseguiu escapar do local. Ele foi socorrido ao Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, onde está preso sob custódia. O carro foi recuperado.

Com o acusado, foram encontrados um aparelho de rádio transmissor e um telefone celular, no qual os policiais afirmam ter achado evidências contundentes da participação dele na morte de Bruno Antunes. A suspeita é de que ele tenha executado e carbonizado o motorista para “ganhar renome” no mundo do crime.

Além disso, a PM informou que o preso é do Complexo do Salgueiro e faz parte do tráfico de drogas do Jardim Bom Retiro e comunidade da Viúva, todas em São Gonçalo, onde atende pelo apelido “MD”. A corporação apurou que ele atuaria como “gerente da maconha” e possui extensa ficha criminal, por tráfico de drogas e roubo.

A prisão foi registrada na 73ªDP (Neves), central de flagrantes. Ainda segundo a PM, ele foi autuado pela tentativa de homicídio contra os policiais, associação ao tráfico, por portar o rádio transmissor em comunicação com o tráfico e, ainda, pela receptação do Mobi, que é produto de roubo no dia 19 de Março, em São Gonçalo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 1 =