DH prende acusado de filmar e executar cabeleireiro em SG

Augusto Aguiar

Numa ação rápida e com confronto, agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) prenderam, na manhã de ontem, em cumprimento a Mandado de Prisão, expedido pela 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, Alex de Oliveira, de 27 anos, conhecido como Máscara. A operação foi coordenada pelo delegado Marcus Amin. Além de ser apontado como líder do tráfico na comunidade da Caroba, em Santa Luzia, o marginal é acusado de envolvimento em homicídios, entre eles um crime considerado hediondo: de ter inclusive filmado a execução de uma de suas vítimas, o cabeleireiro Maurício Cosme de Azevedo, de 52 anos, em julho do ano passado. As imagens estarreceram até mesmo os policiais.

Os agentes foram até um dos acessos da comunidade da Caroba e, no local, acabaram sendo recebidos a tiros pelo criminoso, que estava com duas pistolas. Houve confronto e, após negociação, Máscara se entregou. As duas pistolas foram apreendidas. De acordo com a especializada, o bandido era investigado por vários crimes. No caso do cabeleireiro, Máscara registrou imagens da execução e ainda postou nas redes sociais. Maurício era proprietário de um salão e no dia 22 de julho do ano passado foi encontrado morto, com vários tiros na cabeça, dentro de um carro roubado, na Estrada do Comperj, no bairro de Guaxindiba, em São Gonçalo. De acordo com a polícia a execução foi planejada (e executada) por Máscara. Na ocasião, havia um informe dando conta que o cabeleireiro teria tirado selfies com o celular, para mostrar a fachada de seu salão pois ele estaria interessado vender o estabelecimento, mas também teria registrado as barricadas erguidas pelo tráfico.

Os criminosos não teriam gostado do que viram, julgando (erradamente) que a vítima iria denunciá-los e, por isso, Máscara tramou, executou e filmou sua execução de Maurício, que foi rendido em casa e raptado antes de ser morto. O corpo da vítima foi encontrado dentro de um Renault Clio, que constava como roubado na área da 74ª DP (Alcântara). As imagens do crime bárbaro passaram a circular pelas redes sociais. No ano passado agentes da DHNSG realizaram uma operação para capturar Máscara. Na ocasião o titular da especializada, delegado Fábio Barucke afirmou: “O Máscara foi o principal responsável pelo crime, além de ser o autor do disparo. Fomos até o presídio ouvir Pedro Sagaz, outro chefe do tráfico da região, e ele disse que Máscara cometeu o homicídio por conta própria”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *