DH investiga assassinato de transexual em Maricá

A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) passou a investigar pistas sobre o assassinato, na tarde da domingo (14) de um transexual, que foi morto por espancamento, em Maricá. O corpo da vítima foi encontrado na Rua Joaquim Mendes, no bairro Amizade. A vítima era conhecida como Marcinha Shokenna, de 28 anos.

A polícia está apurando, por exemplo, se o crime teria sido cometido por ódio devido a condição de transexual de Marcinha. Peritos constataram que o corpo apresentava várias marcas de agressão, produzidas por pauladas e a a vítima trajava um vestido vermelho.

Os policiais também deduziram que Marcinha ainda teria tentado escapar do assassino, que teria sido perseguido até as proximidades da entrada de um sítio, quando foi agredida até a morte. Amigos lamentaram a morte do transexual nas redes sociais e exigiram justiça. Os agentes devem ouvir os depoimentos de possíveis testemunhas, assim como apurar os locais onde Marcinha esteve no domingo para direcionar as investigações.

Qualquer informação pode ser repassada para o Disque Denúncia, através do telefone 2253-1177, com garantia de anonimato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *