DH aguarda laudo pericial no caso do frentista morto

Para definir como avançar no caso do frentista Arilson Santiago, de 21 anos, vítima de bala perdida no último domingo (28), em São Gonçalo, a Polícia Civil está aguardando os resultados dos exames periciais.

Em um vídeo registrado por câmera de segurança, é possível ver quatro policiais realizando uma ação próxima ao local que Arilson foi atingido.

O delegado, Mário Lamblet, da DHNSG, responsável pela investigação do caso, disse que ainda é preciso analisar alguns resultados, como a exame pericial do carro onde a vítima estava e o laudo de necrópsia do Instituto Médico Legal (IML), para somente depois definir se o projétil que atingiu a Arilson veio das armas apreendidas. Falta analisar também, as imagens, para concluir se houve tiroteio.

“Estamos acionando os órgãos do instituto de criminalistas do IML para haver uma celeridade na confecção desses laudos para a gente poder determinar as futuras diligências”, disse.

Arilson iria ser pai e tinha o sonho de ser jogador de futebol. O pai da vítima afirma que não houve troca de tiros no local. “Só o policial atirou e pegou no meu filho. Eu não consigo nem relatar como tem sido esse momento. “, disse Aristides Pinto, pai da vítima.

Arilson Santiago era frentista e estava indo trabalhar quando foi atingido nas costas por uma bala perdida. O jovem chegou a ser encaminhado para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, mas não resistiu ao ferimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + 20 =