Detran prorroga prazo para regularização das autoescolas

Os proprietários dos Centros de Formação de Condutores (CFC´s) do Estado do Rio de Janeiro têm até dia 30 de novembro para realizarem a atualização do registro anual para funcionamento. Todo ano a categoria, autoescola, deve realizar a atualização do cadastro junto ao Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ) e nesse ano o prazo foi prorrogado, do dia 1º de junho para a nova data. A medida é para garantir a idoneidade das instituições que formam milhares de novos condutores ao longo do ano.

O Governo do Estado informou que a extensão do prazo ajudará o setor, que emprega diretamente cerca de 10 mil pessoas, a se reequilibrar financeiramente. Existem 814 centros de formação de condutores em todo o estado.

“Recebemos um pedido do sindicato para estender esses prazos. As autoescolas tiveram muitas perdas econômicas por conta da pandemia, com quatro meses de paralisação completa das atividades, e só agora estão começando a se recuperar. Por isso, o Detran se propôs a ajudar e atender a solicitação”, contou Adolfo Konder, presidente do Detran-RJ.

O presidente do Sindicato das Autoescolas do Estado do Rio, André Mello, fez o pedido ao departamento. De acordo com nota essa medida oferece oportunidade de planejamento a todos os CFC’s, que sofreram com a pandemia da Covid-19.

“Apresentamos o pedido à presidência e, em dois meses, a medida está entrando em vigor. Isso ajudará bastante as autoescolas e toda a categoria”, resumiu.

O cadastro é feito anualmente como uma forma de comprovação da legalidade da atividade. São exigidos documentos fiscais para conferência e liberação da atividade por mais um ano. No site do Detran-RJ é oferecida uma listagem das empresas que estão regulares caso os candidatos à habilitação queiram consultar.

O proprietário de um CFC no Centro de Niterói, Carlos Augusto, contou que a medida ajuda o empresário e que fiscalização é sempre bom pros dois lados.

“O nome da autoescola estar na listagem de autorizadas é bom. Temos 39 anos no mercado e por mim pode fiscalizar todo dia. Temos que mandar uma série de documentos para ter a permissão todos os anos. É mais uma adaptação esse aumento do prazo”, contou o empresário que disse que o CFC está funcionando com 50% da capacidade.

Raquel Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × três =