Detentos de SP vão produzir máscaras de proteção contra o coronavírus

O governador de São Paulo, João Doria, disse nessa terça-feira (24) que os detentos o estado vão começar a produzir, a partir de amanhã,  máscaras descartáveis não-cirúrgicas de proteção contra o novo coronavírus. Segundo ele, serão produzidas 320 mil máscaras nas fábricas adaptadas especialmente para isso, sendo 26 mil por dia, a custo de R$ 0,80 cada uma para o governo. Essas máscaras, segundo o governo, serão comercializadas a preço de custo.

José Henrique Germann, secretário de Saúde de São Paulo, informou que o estado diagnosticou 745 pessoas com covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, e 30 óbitos. Um deles foi de um paciente que tinha 33 anos, com várias comorbidades. Há ainda 70 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *