Desratização no Fonseca chama atenção da necessidade da ação em outros bairros de Niterói

No último sábado (07) a Prefeitura de Niterói realizou uma desratização em alguns locais do Fonseca, na Zona Norte. Os agentes colocaram venenos em determinados pontos, realizaram uma ação educativa e esse movimento chamou atenção da necessidade do combate aos roedores em outros bairros da cidade, como Icaraí, Ingá e Centro. Além das ruas e calçadas, a areia de algumas praias também é infestada de ratos. A Secretaria Municipal de Saúde confirmou que Icaraí, São Francisco e toda a orla vão fazer parte do roteiro do mutirão.

Na Rua Moacir Padilha, ao lado do Hospital Santa Cruz, no Centro da cidade, os ratos invadiram a calçada perto de um lava jato. A noite é fácil flagrar os roedores que reviram o lixo que as pessoas dispensam nesse espaço. No Ingá, outro lugar que tem muitos roedores é na Rua Presidente Pedreira, na altura do cruzamento com a Rua Paulo Alves. “Acho que a proximidade dos mercados ajuda na proliferação dos ratos. Eu fico morrendo de nojo quando vejo os ratos a noite. Trabalho de madrugada e chego bem tarde em casa, quando vejo muitos roedores na rua”, contou a cuidadora de idosos Maria Aparecida, 43 anos.

Próximo do Ingá, na Praia da Boa Viagem, ratazanas ‘fazem a festa’ com o anoitecer. A areia da pequena praia fica infestada de roedores que comem os restos dos alimentos deixados pelos frequentadores da praia. “Temos que tomar cuidado e ter atenção com as praias. A Praia da Boa Viagem é linda, bem frequentada e as pessoas tinham que ter esse cuidado especial. As vezes os ratos vão em busca de resto de comida que as pessoas deixam na areia. Tem que levar o lixo na hora de ir embora”, frisou a auxiliar administrativa Viviane Pinto, 36 anos.

Outro ponto também crítico é a Rua Gavião Peixoto, em Icaraí, perto de estabelecimentos que lidam com comida. No número 100, esquina com Rua Pereira da Silva, de madrugada podem ser vistos grupos com mais de 10 ratazanas na porta de um bar. Ratazanas também são avistadas e comunicadas por leitores de A TRIBUNA, todas as noites, na Rua Ator Paulo Gustavo, nas imediações de supermercados. Na Avenida 7 de setembro, moradores também relatam infestação junto ao valão que atravessa a via perto da Rua Gavião Peixoto.

FONSECA

A ação no Fonseca contou com 30 agentes da Secretaria Municipal de Saúde, em especial do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que visitaram cerca de mil imóveis. De acordo com informações da administração municipal, os imóveis visitados também foram inspecionados para identificar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Os profissionais também colocaram iscas com venenos nos bueiros e locais que possam servir de toca para os roedores. Em caso de infestação de ratos, a população pode entrar em contato com o CCZ por meio do telefone 26258441 para realizar denúncias e solicitar o serviço de desratização.

LIMPEZA

O excesso de lixo favorece a proliferação de pragas, como o mosquito Aedes aegypti e os ratos. Um levantamento feito pela Universidade de São Paulo (USP), através da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), mostrou que a água sanitária (hipoclorito de sódio a 2,5%) é 100% eficaz na eliminação de larvas do mosquito. Para essa eliminação basta diluir 10 ml de água sanitária em um litro de água corrente e usar essa solução para limpeza, que inclui a eliminação das larvas e também, por exemplo, a urina do rato que causa leptospirose.

“Essa solução de uma tampinha de água sanitária para um litro de água deveria ser utilizada constantemente na limpeza de cozinhas e banheiros, na rega de plantas (já que nessa proporção é inofensiva ao meio ambiente), bancadas, mesas de bar etc. É igualmente importante inspecionar tudo o que pode acumular água nesta época de chuvas intensas, como pneus velhos, terrenos baldios, superfícies desniveladas em quintais, e até piscinas com água parada e não tratada devidamente com cloro”, alertou João César de Freitas, diretor de uma produtora de hipoclorito de sódio.

O QUE DIZ A PREFEITURA

A Secretaria Municipal de Saúde de Niterói informou que realiza um trabalho de rotina durante o ano em todas as regiões da semana. Nos finais de semana as ações são intensificadas. Além do Fonseca, em outros bairros serão feitos mutirões, principalmente os locais com grande circulação de pessoas como Icaraí, São Francisco e toda orla.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.