Desembargador é alvo de operação da PF

A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (24/09), a Operação Plantão, com o propósito de desarticular esquema criminoso de negociação de medidas liminares deferidas, pela justiça, mediante o pagamento de vantagens indevidas a autoridades públicas. Entre os alvos está o desembargador Siro Darlan, que recentemente libertou da prisão os ex-governadores Anthony Garotinho e sua mulher Rosinha. Os agentes estiveram na casa do magistrado, na Gávea, Zona Sul do Rio, e também em seu gabinete no Tribunal de Justiça do Rio.

A ação da PF conta com o apoio das Corregedorias do Tribunal de Justiça e da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, cumpre 11 mandados de busca e apreensão com o objetivo de reunir elementos específicos para a comprovação dos crimes investigados. Os procedimentos de buscas e apreensão de provas estão sendo realizados em endereços residenciais, comerciais e profissionais dos investigados.

As ordens estão sendo cumpridas por determinação do Superior Tribunal de Justiça – STJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × um =