Desembargador é afastado em operação da Polícia Federal contra a corrupção no Tribunal de Justiça

Por decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STF), Félix Fischer, o desembargador Mário Guimarães, do Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) foi afastado do cargo em meio a uma operação da Policia Federal, deflagrada no órgão, na manhã dessa sexta-feira (17). Os agentes realizaram cumpriram Mandados de Busca e Apreensão no gabinete do magistrado numa investigação que apura os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. O desembargador outros investigados tiveram os bens bloqueados.

A Polícia Federal agiu em conjunto com a Procuradoria Geral da República. De acordo com a investigação, o nome do desembargador teria sido citado na delação premiada de Lélis Teixeira, ex´-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Rio (Fetranspor), na apuração de um esquema de pagamento de propinas no valor de R$ 6 milhões. A Polícia Federal confirmou que a operação tem como objetivo o combate à corrupção no Tribunal de Justiça, com o cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão a serem cumpridos no Rio e Petrópolis.

Em apuração..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − 5 =