Deputado Valdir Rossoni é alvo de inquérito no STF por crime ambiental

O chefe da Casa Civil do Governo do Paraná, Valdir Rossoni, é alvo de um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) relacionado a crime ambiental. Ele é suspeito de destruir ou danificar floresta considerada de preservação permanente. O deputado federal pelo PSDB é empresário da área de florestamento em Bituruna, na região sul do estado.

De acordo com a Polícia Federal (PF), o parlamentar que está licenciado para exercer a função no governo estadual, é suspeito de provocar incêndio em mata ou floresta e cortar ou transformar em carvão madeira de lei, em desacordo com as determinações legais. O pedido para a abertura do inquérito é do início deste ano.
Rossoni afirmou que este inquérito diz investiga um incêndio ocorrido há 14 anos – em um período de estiagem – e que foi causado por um vizinho de uma área que pertence ao deputado. Segundo ele, à época foi registrado um Boletim de Ocorrência (B.O) e agora ele responde por algo causado por terceiros.

O deputado disse que o inquérito é resultado de uma ação perseguidora. “Isso estava paralisado há 12, 13 anos e agora resolveram mexer. Não sei por que cargas d’água. É um incêndio causado por terceiros, que além de queimar a minha propriedade, queimou outras propriedades, e o único inquérito que foi aberto foi em cima do meu”, afirmou o deputado.

“Eu lamento que isso esteja ocorrendo 14 anos depois e eles não investigarem quem realmente foi o causador do incêndio”.

2 thoughts on “Deputado Valdir Rossoni é alvo de inquérito no STF por crime ambiental

  • 5 de outubro de 2016 em 06:22
    Permalink

    E quando vimos alguém culpado, nunca sabem de nada. Vai sobrar para o vizinho.

    Resposta
    • 5 de outubro de 2016 em 06:27
      Permalink

      Desisto. Não ofendi ninguém.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 11 =